Tag: dentário

Qual o tempo de recuperação do implante dentário?

Qual o tempo de recuperação de um implante dentário?

Quanto tempo de repouso depois de um implante de dente?

A reabilitação oral com implantes dentários é certamente a melhor opção para melhorar a função e a estética do sorriso naquelas pessoas que perderam os dentes por algum motivo. No entanto muitas pessoas ficam preocupadas com o período pós operatório. São dúvidas como por exemplo: Qual é o tempo de recuperação de um implante dentário? Quanto tempo de repouso depois de um implante? Quanto tempo esperar para fazer exercícios? Quais são os cuidados pós operatórios de implante dentário?

Os cuidados no período pós operatório de implante dentário são importantes não apenas para a recuperação, como também para o sucesso do tratamento, minimizando desconfortos e favorecendo a cicatrização. Na ImplArt, já no planejamento da cirurgia temos o objetivo alcançar os melhores resultados, realizando o procedimento da forma menos invasiva possível. Sobretudo utilizamos a técnica de cirurgia guiada por computador, para que haja precisão cirúrgica e eliminação de cortes desnecessários na gengiva.

Leia mais: Como é a cirurgia de implante dentário

Recuperação de implante dentário

A intensidade e a duração da recuperação após a cirurgia de implante dentário obviamente dependem da extensão do procedimento, bem como da técnica empregada. Compreende-se que a recuperação de implantes dentários envolve basicamente duas fases: cicatrização da gengiva e cicatrização óssea (osseointegração). Com os implantes modernos, a recuperação está cada vez mais rápida. A recuperação de um implante dentário pode ocorrer entre 3 semanas até 6 meses. Em casos que necessite de enxerto ósseo, a recuperação se pode se dar entre 4 a 8 meses.

Recomendações após a cirurgia de implante dentário

Em síntese, são as recomendações básicas:

Nas primeiras 48 horas:

  • Aplicar gelo no rosto para prevenir inchaços
  • Pós operatório implante dentário o que comer? Ingerir alimentos frios ou gelados. Ex: sorvete, açaí, gelatina, sucos, vitaminas, sopas, por exemplo.
  • Não consumir alimentos com potencial irritativo (apimentado, ácido, salgado, gasoso ou quente)
  • Evitar esforço físico
  • Não fazer bochechos
  • Higienizar a região com cotonete umedecido em solução anti-séptica (Periogard, Listerine, Plax)
  • Preferir alimentos macios ou pastosos. Não mastigar alimentos duros.
  • Fazer escovação normal nos demais dentes
  • Usar durante o mínimo tempo possível próteses ou aparelhos
  • Tomar medicações conforme orientado pelo dentista

Após 3 dias:

  • Aplicar compressas quentes no rosto para diminuir inchaços
  • Realizar exercícios físicos com moderação

Após 7 dias:

  • Normalmente ocorre a retirada dos pontos
  • Escovar com leveza a região operada
  • Realizar bochechos com solução antisséptica
  • Atividade física liberada

Todas as medicações prescritas pelo cirurgião dentista devem ser primordialmente tomadas corretamente para evitar ou controlar inflamações, dores e infecções. O paciente também deve manter a região bucal bem higienizada, dessa maneira eliminando bactérias e prevenindo possíveis contaminações no implante.

Perguntas frequentes:

Quantos dias de atestado para cirurgia de implante dentário?

Varia de acordo com a complexidade da cirurgia e da atividade laboral de cada pessoa. Na maioria dos casos o paciente está liberado para voltar ao trabalho já no dia seguinte.

Liberação para atividade física após implante dentário

Cada caso é avaliado individualmente, mas em normalmente deve-se aguardar de 7 a 10 dias.

Riscos implante dentário

Leia o artigo Os 5 piores problemas com implantes

Implante dentário pos operatorio dor

Dor moderada é normal, para evitar isso o paciente sai do consultório com analgésicos receitados. Em caso de dores persistentes e latejantes, o dentista deve ser consultado.

Implante dentario pos operatorio inchaço

Inchaço moderado é normal. Para evitar isso, o paciente sai do consultório com anti-inflamatório receitado e recomendações para consumir alimentos frios e usar gelo na bochecha.

Implante dentario pos operatorio sangramento

Pequeno sangramento no primeiro dia é aceitável. Em caso de sangramento persistente, o dentista deve ser consultado.

Sinais de alerta após a cirurgia de implante dentário

  • Mal cheiro e/ou secreção no local da cirurgia
  • Fístula na gengiva (bolinha vermelha ou então amarelada na gengiva)
  • Dor aguda e persistente
  • Febre
  • Mobilidade do implante
  • Alterações sensitivas na mandíbula (dormência, choquinhos, formigamento, por exemplo)

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato com a nossa equipe ou agende uma consulta.

Qual a duração do implante dentário?

Você sabe quanto tempo dura um implante dentário

A reabilitação oral com implantes dentários é certamente a melhor forma de devolver uma dentição bonita e confortável a quem perdeu seus dentes naturais por algum motivo. Mas uma dúvida surge: qual é a duração de um implante dentário? Antes de mais nada, é preciso entender que a reabilitação com implantes dentários envolve duas partes.

A primeira é o implante, que é o pino de titânio ou de cerâmica pura inserido cirurgicamente no osso maxilar ou da mandíbula, ou seja, a peça que fica escondida ao nível do osso e tem a função semelhante a de uma raiz dentária. A segunda é a prótese dentária, que são os dentes fixados sobre estes implantes. Desse modo, é mais fácil entender como pode ser a duração de implante dentário e de cada uma dessas partes ao longo dos anos.

Implantes Dentários

O que pode influenciar na duração dos implantes dentários?

O implante dentário é fixado cirurgicamente no osso e já nos primeiros meses deve ocorrer uma osseointegração, que é a união do osso com a superfície do implante. Esse fenômeno é portanto o grande indicador de que o tratamento foi realizado com sucesso e de que os implantes devem desse modo durar por muitos anos. Mas por quanto tempo?

Os implantes de titânio osseointegrados mais modernos podem durar uma vida inteira cumprindo bem suas funções, desde que bem cuidados e observados. Em suma, esses são os fatores que podem influenciar a duração dos implantes:

Qualidade do implante

Graças aos avanços tecnológicos, hoje temos implantes dentários de ótima qualidade, não apenas nacionais, como também importados. Temos a disposição diferentes formatos que são adaptáveis em diversas ocasiões e preservação do osso. Além disso, possuem tecnologia química e física na superfície que favorece e acelera o processo de osseointegração. É o caso, por exemplo, dos implantes suíços Straumann SLActive.

Planejamento

É extremamente importante que haja critério na escolha dos melhores implantes e da melhor prótese. Melhor não significa que seja o material mais caro, mas sim aquele atende melhor as necessidades de cada pessoa. A falta de critério, por exemplo, na escolha da prótese, pode gerar sobrecarga no implante, perda óssea e sua sobrevida então diminui.

Higiene oral adequada

Um dos grandes motivos de perda do implante é a periimplantite, que nada mais é do que um processo infeccioso em torno do implante. Essa condição é favorecida, entre outros motivos, por higienização oral insuficiente e inadequada.

Visitas de manutenção

Tanto quanto importante é a higiene oral, também é o retorno ao dentista depois de receber implantes dentários. A frequência é determinada pelo dentista, porém é importante que ela seja respeitada. O dentista é capaz de identificar possíveis problemas com os implantes em fase inicial e reversível.

Doença periodontal

Doença crônica de origem bacteriana que afeta as estruturas de suporte dos dentes e também dos implantes dentários. Pessoas com essa doença precisam de acompanhamento odontológico por toda vida.

Diabetes

Pessoas com diabetes não controlada pode ter a osseointegração prejudicada. Além disso, tem mais chances de desenvolver doença periodontal. Portanto a glicemia deve ser sempre controlada antes, durante e após a colocação de implantes dentários.

Tabagismo

A chance de insucesso do implante em fumantes é maior do que em não-fumantes. O fumo causa vasoconstrição e o organismo tem piora na resposta imunológica em quadros infecciosos, como acúmulo de placa e doença periodontal. Isso pode acelerar a deterioração dos tecidos de suporte dos dentes e implantes.

Leia mais: os 5 piores problemas com implantes

Próteses Dentárias

A duração da prótese dentária costuma ser menor que a dos implantes. O tempo é variável de acordo com o material escolhido entre outros fatores. Veja o que pode interferir na durabilidade de uma prótese dentária:

Material da prótese – prótese em zircônia e porcelana é mais resistente do que prótese em resina. A resina pode fraturar, manchar e arranhar com mais facilidade se não forem tomados alguns cuidados.

Higiene oral adequada – cada tipo de prótese tem necessidades específicas para higienização, mas em geral o paciente deve escova-la pelo menos três vezes a dia, principalmente utilizar escova de cerdas macias e creme dental sem partículas abrasivas. Enxaguantes bucais devem ser utilizados sob recomendação do dentista.

Consultas regulares – necessárias para manutenção da prótese, avalia-la de forma geral. Algumas vezes é necessário fazer uma limpeza profissional, polimento, ajuste oclusal, aperto de parafusos e eventualmente a troca de algum componente.

Hábitos – bruxismo severo, roer as unhas e mastigar objetos duros podem fraturar a prótese.

Alimentação – alimentos muito pigmentados podem manchar a superfície da prótese, especialmente as fabricadas em resina. Alimentos e bebidas ácidas podem causar abrasão do acabamento da prótese.

Tabagismo – a nicotina pode manchar a superfície da prótese, principalmente as próteses em resina.

Adaptação da prótese – pode mudar com o tempo porque ela não acompanha o remodelamento dos tecidos ósseo e gengival em virtude do envelhecimento. O paciente então precisa de uma nova prótese para ajuste oclusal e para aumentar seu conforto e segurança.

ImplArt Odontologia

Se você ficou com alguma dúvida sobre duração de implante dentário, entre em contato com a nossa equipe ou agende uma consulta.

Os maiores riscos para quem faz implante dentário

O implante dentário é uma alternativa mais atual para a reposição dentária do que uma prótese fixa, ou uma prótese removível, mas podem oferecer riscos. O implante é usado ​​para repor a raiz de um dente perdido e servirá de apoio para um dente artificial chamado de prótese ou coroa. 

A prótese sobre implante é feita para se assemelhar aos demais dentes naturais da pessoa e também oferecer força de mastigação semelhante. Uma reabilitação oral com implantes dentários, normalmente é a melhor opção mas em poucos casos, podem haver alguns riscos com os implantes dentários. Conheça então os 5 maiores riscos do implante dentário : 

1 – Risco de quebra do implante

Pacientes que rangem apertam os dentes (bruxismo) podem exercer muita força nos implantes, com aumento nas chances de quebras ou fraturas nos implantes ou nas peças que compõe as próteses sobre implante. 

Nos pacientes que tem bruxismo também aumentam os riscos de soltura de parafusos que fixam a coroa do implante. Quando isso acontece, o paciente relata que o implante está “mole”. Porém não podemos confundir a prótese ficando solta, com o pino do implante se soltando do osso (que é algo muito mais grave). 

O mais comum é que quando o problema é só do dente do implante solto, o paciente não sinta dor, enquanto que na perda do implante sempre há dor. Se o implante se fraturar ou se soltar do osso, deve ser feito novamente, recomeçando o processo de implante dentário do zero. 

A culpa do meu implante ter fraturado é do dentista?

Há vários fatores a considerar, alguns deles seriam o material da prótese, o número e posicionamento dos implantes, técnica cirurgia correta, material do implante dentário, tipo de componentes protético escolhido, tipo de conexão protética escolhida. Imaginando que os profissionais trabalham tentando fazer o seu melhor, é raro que exista uma negligência nesse sentido. Por isso o que vale mesmo é a boa vontade do paciente e do profissional em recomeçarem, talvez tentando melhorar ou aperfeiçoar alguma das estratégias.

Apresentação das partes do implante dentário: implante (no osso), pilar + coroa dental (dente artificial)  

2 – Inflamação nos implantes e riscos

Podem ocorrer inflamações em um implante dentário, que se manifestam como dor, inchaço, dor ao mastigar, sangramento, e até a formação de pús no implante. Observe que em qualquer área da medicina em que se utilize uma peça artificial dentro do corpo humano pode haver uma reação adversa de rejeição. Esse fenômeno de rejeição pode ocorrer em relação ao implante dental ou a um material que se utilizou associado como um enxerto ósseo ou uma membrana protetora. Também pode ocorrer uma infecção bacteriana nos implantes que podem até impedir a integração óssea (união ao osso). 

Por esse motivo todos os tratamentos na ImplArt começam com uma limpeza oral completa, além da remoção de qualquer doença infecciosa como cáries e doença periodontal. O paciente só vai realizar a cirurgia de implante se estiver com sua boca limpa e saúde oral boa. Isto é possível mesmo que o paciente ainda não tenha todos os dentes. Com o término das próteses sobre implantes, ensinamos o paciente a higienizar corretamente o implante dentário.

Inflamações nos implantes levam a problemas estéticos, gengivais e ósseos

3 – Riscos de lesões nos nervos da face

A lesão no nervo da mandíbula pode acontecer na cirurgia do implante dentário. Na região do fundo da boca na arcada de baixo  existe um nervo, chamado que pode estar muito superficial, especialmente se o paciente está sem os dentes por muitos anos. Em pacientes com doença periodontal avançada a perda de osso pode também colocar em risco o nervo devido a sua proximidade. 

Para diminuir os riscos de lesões ao nervo e parestesia, o dentista especialista em implantes irá  realizar os exames de imagem. O exame mais pedido é a radiografia panorâmica mas uma tomografia computadorizada de feixe cônico ajuda a medir o osso e planejar o implante. 

Cirurgia guiada por computador

Para minimizar ainda mais os riscos podemos executar a cirurgia de implante total ou parcial guiada por computador, que oferece pouca invasividade e permite um perfeito posicionamento do implante, sem margem a erros. Implantes tortos ou mal posicionados podem apresentar má integração óssea ou mesmo rejeição. Não é em todos os casos que conseguimos recuperar o paciente da lesão do nervo bucal ou de implantes mal colocados. 

A depender da gravidade do problema, uma lesão no nervo da mandíbula poderá acarretar em sequelas como uma dormência no queixo ou a perda de sensibilidade na língua ou à sensação de sabores (gustação). Na ImplArt 100% dos casos são operados com tomografia computadorizada que poderá ser feita em nosso centro de radiologia próprio

Cirurgia Guiada para implante diminui os riscos de erros no posicionamento do implante dental

4 – Riscos no osso ao redor dos implantes

A perda óssea pode acontecer em um implante que sofreu infecção enquanto cicatrizava no osso. Além disso, em casos nos quais é feita a carga imediata, ou seja um dente provisório ou definitivo é colocado em posição logo após a cirurgia há mais risco de perda óssea e também do implante. Isto ocorre pois o implante recém colocado ainda não tem uma fixação ao osso madura e precisa depender exclusivamente de seu travamento mecânico no osso para se fixar. 

Na maioria das vezes, se a indicação e a técnica estão corretos a carga imediata funciona bem, mas nos casos de falha na carga imediata a consequência pode ser grave como por exemplo acarretando uma grande perda óssea na região. Existem modelos de implante dentário mais avançados que possuem melhorias para o encaixe do dente e também no química da superfície para que a cicatrização no osso ocorra mais rápido e mais eficientemente.  

Hoje temos implantes dentários que permitem a realização de um dente definitivo em 1 mês ! Conheça os modelos de implantes dentários que apresentam as melhores avanços como os Implantes Straumann, Implantes cone-morse Neodent (nacional), Implantes SIN (nacional) 

Os formatos e os modelos de implante tem a ver com as indicações clínicas

5 – Aumento nos fatores de risco – saúde e hábitos do paciente

Existem riscos para o sucesso do tratamento com implantes que não dependem do profissional nem dos materiais utilizados mas sim de fatores do paciente. Falhas na limpeza dos dentes, o hábito de fumar, a existência de diabetes aumentam a chance de problemas com o implante dental. Nesta matéria, discutimos apenas os RISCOS em implantes dentários, entretanto as taxas de sucesso do implante dentário são muito altas principalmente para as técnicas atuais da Implantodontia executada por um especialista em implante dentário. O implante dentário é um tratamento excelente, mediante boa indicação, planejamento e execução.

Venha conhecer nosso trabalho! A Clínica ImplArt tem 18 anos dedicados à implantodontia e reabilitação oral.

Implante Total . Implante de todos os dentes

Implante Total . Implante de todos os dentes passo a passo

O implante total da arcada dentária pode ser feito tanto na mandíbula inferior e no maxilar superior, apesar de existirem diferenças anatômicas importantes entre a que interferem no planejamento da cirurgia de implantes dentários. Com relação ao resultado final, o objetivo é obter próteses dentárias fixas que permanecerão apoiadas sobre os implantes.

Como as próteses são aparafusadas sobre os implantes dentais, o resultado é uma prótese dentária muito eficiente para a mastigação, com excelente estética e conforto. Trata-se portanto de uma solução muito melhor do que uma prótese removível que não permite obter uma fixação nem estabilidade. Na arcada superior o implante total tem a vantagem adicional de descobrir totalmente o palato (céu da boca), o que melhora o conforto do paciente, diminui o enjoo (náusea), e melhora a percepção do sabor dos alimentos.

Visite a galeria de fotos de implante total clicando aqui

Leia mais dúvidas frequentes sobre implante total

Veja também este emocionante depoimento de uma paciente que realizou o implante da boca toda.

Implante Total . Exames e planejamento

Após exames radiográficos e uma tomografia computadorizada dos maxilares, o dentista especialista em implante dentário, poderá analisar qual o planejamento ideal para o caso e dessa forma indicar complementos ósseos como enxertos para preparar melhor o osso se necessário.

O osso da mandíbula (arcada inferior) é mais rígido e resistente, portanto o implante dentário pode ser instalado na maioria dos casos. Já o osso do maxilar superior é menos denso e delicado e possui uma anatomia mais complexa. A proximidade com o nariz, com as cavidades do seio maxilar e a maior perda óssea, aumentam a complexidade da sua realização.

Implante Total . Com ou sem Enxerto ?

Caso seja necessário algum enxerto não se assuste pois é algo muito comum. O enxerto dentário para implante total não é necessariamente complicado, invasivo ou grande. Pelo contrário, na maioria das vezes o enxerto ósseo para implante completo da arcada é simples, pequeno e restrito à posição do implante.

Cirurgia de implante menos invasiva: em nossa clínica utilizamos conceitos atuais de cirurgias minimamente invasivas para implante dentário, que tornam o procedimento mais rápido e oferecem um maior conforto durante o procedimento e sobretudo durante a fase de cicatrização do implante dental.

Cirurgia de implante guiada por computador: trata-se de uma modalidade de cirurgia de implante dentário oferecida em nossa clínica que é planejada por exames computadorizados dos maxilares como a tomografia computadorizada, em conjunto com um molde digital da arcada (scanner), que geram guias para o posicionamento rápido e seguro de implantes. Clique aqui e aprenda mais sobre cirurgia guiada para implante total.

implante total implante completo implante de todos os dentes

Implante Total . Prótese Protocolo e outros tipos

A prótese mais comum oferecida pelos dentistas para o implante de todos os dentes da arcada completa é a chamada prótese protocolo. Trata-se de uma prótese de resina que contém uma barra de reforço metálico em seu interior. Contudo, com o passar do tempo surgiram formas mais modernas de realizar as próteses para implante completo. Na Clínica ImplArt oferecemos materiais mais tecnológicos para o implante, totalmente executados em nossas instalações e em nosso laboratório próprio de prótese dentária (veja mais), entre eles:

Em caso de dúvidas, agende uma consulta ou então entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011