• Início

O que é reabertura de implante?

A reabertura de implante é uma pequena cirurgia, com o objetivo de expor na boca implantes dentários que foram cobertos pela gengiva durante a cicatrização.

A reabertura, ou cirurgia de reabertura é considerada a segunda etapa cirúrgica implantes, já que a primeira é a cirurgia para colocação do implante.

Esta cirurgia tem o objetivo de expor o topo do implante, para logo depois realizar a instalação da coroa ou prótese definitiva.

Ela ocorre após o período de cicatrização do implante no osso (osseointegração), entretanto esse tempo é variável.

  • alguns implantes já ficam expostos na boca durante a cicatrização, o que também é normal.

Por que a gengiva se fecha sobre o implante por um tempo?

É uma forma de preservar o implante enquanto ocorre a cicatrização óssea. Dessa maneira, diminui-se consideravelmente o risco de entrada de partículas e possíveis infecções em torno do implante.

Com os cuidados necessários, a gengiva deve ficar completamente recuperada dentro de algumas semanas após a cirurgia de implantes.

Enquanto isso, no período de cicatrização, o paciente utiliza uma prótese provisória (especialmente na região anterior e visível da arcada) e também é realizada uma ou mais moldagens para concepção da prótese dentária definitiva. Na ImplArt, essa moldagem é realizada digitalmente de forma prática e confortável.

Como é a cirurgia de reabertura de implante?

Trata-se de um procedimento muito simples, que não gera qualquer dificuldade ou incomodo importante ao paciente. A cirurgia de reabertura é realizada com anestesia dental bastante localizada, por um corte pequeno na gengiva (2 a 4 mm por implante).

Para que serve o cicatrizador no implante dentario

Em alguns casos não há necessidade de recobrir o implante com a gengiva, e por consequência de se realizar uma cirurgia de reabertura de implante.

Isso ocorre com implantes em que são colocados uma tampa cicatrizadora (que é cicatrizador de gengiva) logo após a cirurgia.

Trata-se de uma peça com altura e forma arredondada que estimula a cicatrização da gengiva em formato de orifício, facilitando dessa forma a instalação do pilar de implante e a coroa definitiva.

Além disso, o cicatrizador também tem a função de proteger o implante enquanto ocorre a osseointegração.

Cicatrizador de implante, instalado enquanto ocorre a osseointegração / retirada do cicatrizador para instalação da coroa definitiva. Observe o formato da gengiva.


O cicatrizado protege a gengiva e evita que ela se feche durante os trabalhos para elaboração da prótese definitiva.

Cicatrizador implante dentario tempo

O tempo entre a primeira cirurgia (colocação do implante) e a segunda cirurgia (reabertura) depende muito de cada caso, mas gira em torno de 1 a 6 meses.

Meu cicatrizador caiu, deixando o pino implante exposto. O que fazer?

A queda do cicatrizado ou da tampa do implante é um acontecimento possível, até mesmo corriqueiro, e não traz qualquer problema para o paciente, nem mesmo para o implante. Algumas pessoas  confundem a queda do cicatrizador com a queda do implante, o que são coisas totalmente diferentes. Se você observar que o cicatrizador saiu, guarde o componente e entre em contato com o dentista para a reinstalação da peça.

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato coma nossa equipe ou agende sua consulta. Ficaremos felizes em atende-lo!

Clareamento dentário sem sensibilidade

Conheça a técnica de clareamento dentário com redução de sensibilidade

O clareamento dental é indicado para pacientes que desejam melhorar o aspecto de seu sorriso com alteração da tonalidade dos dentes. Esta percepção geral de dentes mais brancos, permite ganhos estéticos notáveis!
O clareamento dental é recomendado também antes da realização de tratamentos dentários envolvendo Lentes de Contato ou Coroas Dentárias, pois permitem igualar a coloração dos demais dentes, mantendo harmonia no sorriso.

As principais dúvidas e preocupações dos pacientes que realizarão um clareamento dental são: quanto seu dente irá clarear e se ele ficará com os dentes sensíveis durante e após o procedimento. Outras pergunta muito frequente é quanto irá durar o resultado obtido..

QUANTO O DENTE VAI CLAREAR?
Do ponto de vista dos resultados esperados, sempre há ganhos de tonalidades, deixando os dentes mais claros. O quanto cada dente irá clarear, depende das características naturais de cada individuo.

O tratamento para clarear os dentes pode ser feito de forma mais rápida combinado com outros tratamento em nosso Day Clinic Odontológico.

QUAIS AS OPÇÕES PARA QUEM TEM SENSIBILIDADE?
Atualmente, podem ser utilizados clareadores com ativos químicos em menor concentração e compostos para prevenir o paciente deste incômodo

Clareamento especial para evitar dores

A técnica de clareamento dental com aplicação única por sessão, foi concebida sobretudo para gerar menores índices de sensibilidade em relação a outras técnicas de clareamento a laser. A aplicação pode durar até 40 minutos, pois o pH se mantém alcalino e estável durante toda a sessão.

A fórmula contém catalisadores que o tornam o processo mais ativo e mais eficiente, dessa forma dispensando o uso de fontes externas de aceleração, como por exemplo o laser, típico do clareamento a laser. Também possui cálcio em sua composição que contribui significativamente na redução da queda de microdureza do esmalte dental, mantendo dessa maneira sua integridade.

O Clareador com menos sensibilidade é indicado nos seguintes casos:

  • Dentes vitais naturalmente escuros ou amarelados.
  • Dentição vital escurecida pela idade.
  • Dentes vitais que se apresentam escurecidos ou manchados por substâncias extrínsecas como por exemplo pigmentos de café, tabaco, chá, etc.
  • Em casos de escurecimento severo, este gel pode ser utilizado em combinação com a técnica caseira.
  • Após tratamentos com aparelhos ortodônticos
  • Para igualar coloração antes de tratamentos dentários estéticos

A sensibilidade nos dentes após o procedimento de clareamento dentário é uma experiência individual, podendo variar de um paciente para o outro. Na maioria dos casos, o clareamento é realizado de forma muito tranquila, havendo alguns casos de pacientes que relatam alguma sensibilidade transitória. Vale ressaltar que esta sensibilidade, em geral, é passageira e deve cessar em poucas horas. O resultado e os benefícios para a estética dental com um sorriso mais branco, logo são notados!

Leia mais sobre clareamento dental caseiro e clareamento dental com moldeira

Por que pode ocorrer uma sensibilidade dentária após o procedimento de clareamento?

O clareamento atua no esmalte dentário, que é onde se encontram os pigmentos das manchas e amarelamento. A sensibilidade pode ocorrer devido à abertura dos poros do esmalte em consequência da ação do produto clareador. Dessa forma, a dentina (região com nervos) fica temporariamente mais sensível.

Como aliviar a sensibilidade após o clareamento?

  • Evitar ingerir alimentos muito quentes ou extremamente gelados.
  • Usar pastas de dentes destinadas à minimizar a sensibilidade.
  • Evitar alimentos e bebidas que contenham corantes, como por exemplo, café, vinho e açaí para manter os efeitos do clareamento.
  • Manter os cuidados de limpeza bucal diária com as escovações e fio dental.

Dúvidas frequentes sobre clareamento

Clareamento dental qual o melhor?

Depende do tipo de mancha/amarelamento, o que causou elas e qual o grau de dificuldade para quebra dessas moléculas. O dentista avalia cada caso e indica o tratamento mais adequado, e inclusive pode utilizar o clareamento caseiro ou técnicas combinadas de clareamento para então alcançar um resultado mais efetivo.

Clareamento doi a gengiva?

Antes de tudo, para realizar o procedimento, é aplicada uma barreira protetora na linha da gengiva para evitar o contato do gel com a gengiva.

Clarear os dentes Enfraquece o dente?

Há muitos estudos que comprovam que o clareamento não prejudica o esmalte dentário nem deixa os dentes mais fracos, pois a química do clareador age só nos pigmentos do dente e não na estrutura do mineral.

Clareamento doi demais? Clarear dente doi?

Depende da sensibilidade cada pessoa. A maioria das pessoas não sente qualquer sensibilidade ao realizar o clareamento dental, havendo alguns pacientes que podem sentir algum desconforto após a sessão de clareamento a laser. Este desconforto é transitório e deve passar no intervalo de horas após a realização do clareamento.

Clareamento dental dentista preço

O preço de clareamento dental dentista só pode ser fornecido em consulta presencial após a realização de uma avaliação minuciosa de cada caso e a indicação da melhor técnica de clareamento.

Então agende sua consulta para saber como clarear os dentes para obter um sorriso mais bonito e harmonioso.

Coceira e incômodo nas gengivas

Coceira nas gengivas pode ser um sinal de várias condições diferentes. Isso inclui doenças gengivais, alergias, alterações hormonais e muito mais. Descobrir qual condição está causando coceira nas gengivas de certo pode ajudá-lo a encontrar um tratamento e parar a coceira.

A saúde dental é mais do que cuidar dos dentes. Suas gengivas – o delicado tecido que protege seus dentes, raízes e nervos – são sensíveis e também precisam de cuidados. Sem eles, as gengivas podem desenvolver vários tipos de condições crônicas que por conseqüência surgirão problemas mais sérios.

Possíveis causas de incômodos e coceira nas gengivas

Sobretudo descobrir o que está causando coceira nas gengivas pode ajudá-lo a encontrar um tratamento. Se você não tiver certeza do que está causando seus sintomas, marque uma consulta com o dentista. Juntos, você pode descartar algumas causas até encontrar a que explica por que suas gengivas coçam.

gengivas_incomodam
Gengivas sangrantes e incômodas podem aparecer em algumas situações.

Lesões gengivais

Trauma ou lesões nas gengivas podem causar dor, desconforto e coceira. Essas lesões podem ser o resultado de uma lesão física, como uma lesão sofrida durante a prática de um esporte. Uma lesão também pode ser resultado de comportamentos. O ranger de dentes, também chamado bruxismo, pode causar dores de cabeça, dor na mandíbula e até coceira nas gengivas. As gengivas também podem ficar irritadas e com coceira ao usar cigarros eletrônicos e vaping.

Acumulo de placa

Um revestimento fino ou película de placa – uma substância incolor e pegajosa – pode se acumular ao longo do tempo. Muco e alimentos se misturam com bactérias para criar um crescimento excessivo de placas. Com o tempo, a placa pode levar à doença gengival. Por conseqüência, surgem sintomas do acúmulo de placa podem incluir sensibilidade gengival, sangramento durante a escovação e coceira na gengiva.

Gengivite – Inflamações

A primeira fase da doença gengival é a gengivite. Outro nome para doença gengival é doença periodontal. A gengivite é uma forma leve da doença e é causada pelo acúmulo de placa. Nesta fase, a gengivite provavelmente não causou complicações adicionais.

No entanto devemos ficar atentos para o aparecimento de doenças gengivais mais graves como a periodontite.

Reações alérgicas

Uma sensibilidade ou alergia a certas coisas pode causar comichão nas gengivas. Isso inclui alimentos, sementes, medicamentos bem como animais de estimação. Mesmo alergias sazonais como febre do feno podem causar comichão nas gengivas.

Alterações hormonais

Alterações nos níveis hormonais naturais podem afetar a sensação da gengiva. Mulheres enquanto gravidas, na puberdade, periodo da menstruação ou menopausa podem apresentar coceira nas gengivas com mais frequência. Eles também podem experimentar outros sintomas orais, incluindo dor, sensibilidade e sangramento durante esses períodos.

Boca seca

Sua boca faz um bom trabalho ao regular a umidade natural. Às vezes, certas condições médicas ou medicamentos podem impedir a boca de produzir saliva suficiente para manter a gengiva e a língua úmidas. Por consequência, pode levar à boca seca, e um dos sintomas comuns dessa condição é a coceira nas gengivas.

Aparelhos e próteses dentárias mal ajustados

Dentaduras e peças parciais que não se encaixam bem podem causar problemas. Se houver uma lacuna entre esses dispositivos e suas gengivas, os alimentos podem dessa maneira infiltrar-se. As bactérias podem começar a crescer e uma infecção pode se desenvolver. Isso pode levar a inflamação, sensibilidade e coceira nas gengivas.

Tratamento de coceira nas gengivas

O tratamento depende do que está causando incômodo nas gengivas. Vários desses tratamentos são remédios caseiros. Outros podem exigir tratamento do seu dentista. O importante é sobretudo consultar o dentista.

Procedimentos e medicamentos

Anti-histamínicos: se as coceiras nas gengivas são o resultado de alergias, um anti-histamínico pode interromper os sintomas (contudo, somente deve ser receitado por um dentista).

Protetores de dentes: evite mais danos aos dentes usando um protetor enquanto pratica esportes de contato e enquanto dorme.

Limpeza profissional: ajuda a remover o acúmulo de tártaro e placa de cima e abaixo da linha da gengiva. É improvável que a escovação habitual sozinha possa remover esse acúmulo que já está endurecido.

Alisamento das raízes: seu dentista pode usar este procedimento para remover o acúmulo severo de tártaro devido às gengivas recuadas. Isso dá aos dentes e gengivas uma superfície fresca, para que possam retomar o tecido saudável.

Saiba mais sobre raspagens no link a seguir: Raspagem dental.

Remédios caseiros e autocuidado

Higiene dental adequada: escovar os dentes e usar fio dental pelo menos duas vezes por dia é em suma vital para uma boa saúde bucal. Você também deve considerar usar uma pasta de dente projetada para evitar o acúmulo de tártaro e placa bacteriana. Se você tiver problemas com inflamações ou infecções nas gengivas, um enxaguante bucal antisséptico sem álcool também pode ser uma boa alternativa. Cuidar bem dos dentes e gengivas certamente pode ajudar bastante a evitar problemas futuros.

Água salgada: dissolva 1 colher de chá de sal em 8 de água morna. Agite suavemente a água na boca e cuspa. A água salgada pode aliviar a coceira bem como a irritação nas gengivas.

Cubos de gelo: chupe suavemente cubos de gelo para dessa forma esfriar as gengivas e parar a coceira. Como bônus, os cubos de gelo podem ajudar a hidratar você.

Mudanças no estilo de vida: fumar pode irritar a saúde da gengiva. Isso inclui desistir de cigarros eletrônicos e vaping. Evitar alimentos que irritam as gengivas também pode ajudar. Alimentos condimentados, apimentados, ácidos, ricos em amido ou então ricos em açúcar são os culpados mais comuns de irritação da gengiva.

Como prevenir coceira nas gengivas

A melhor maneira de prevenir coceira nas gengivas é sem dúvida cuidar dos dentes e gengivas. Quanto menos problemas você tiver com os dentes e as gengivas, menos sintomas da doença periodontal ocorrerá. Essas dicas podem ajudar a prevenir coceira nas gengivas:

Faça limpezas regulares: visite seu dentista duas vezes por ano para uma limpeza profunda. Seu dentista também pode usar essas consultas principalmente para monitorar possíveis problemas futuros.

Escove e use fio dental diariamente: escove os dentes e use fio dental pelo menos duas vezes por dia. Enxaguante com colutório antisséptico sem álcool, se você tiver problemas com inflamação e infecção.

Lave os dentes após as refeições: a escovação seria melhor, mas a lavagem removerá os alimentos. Isso pode reduzir o crescimento de bactérias.

Evite alimentos irritantes: alimentos ácidos, ricos em amido bem como açucarados podem agravar as gengivas sensíveis. Se você sentir coceira nas gengivas ao comer esses alimentos, reduza-os para acabar com os sintomas.

Quando consultar o dentista para coceira nas gengivas

Marque uma consulta com dentista principalmente se sentir coceira e outros sintomas por três dias sem alívio. Em alguns casos, a coceira desaparece por conta própria. No entanto, se não houver melhora, ele poderá ajudá-lo a identificar o que pode estar causando isso.

impressora 3D dental

Nova impressora 3D de dentes na ImplArt

impressora 3D dental

Impressora de dentes em 3D: versatilidade na odontologia

A ImplArt está sempre investindo em tecnologias que tornam os tratamentos odontológicos não apenas mais rápidos, como também precisos. Agora está com mais uma novidade arrasadora. Trata-se da impressora 3D Anycubic Photon para impressão de dentes e diversos trabalhos no nosso laboratório de prótese próprio. Veja alguns trabalhos que podem ser realizados nessa impressora 3D dental:

  • Placas miorrelaxantes – indicadas principalmente para tratamento de bruxismo. Tem como objetivo diminuir a intensidade a força e frequência da tensão muscular no momento em que ocorre apertamento ou ranger dos dentes. Também protege os dentes de desgastes e fraturas.
  • Impressão de modelos odontológicos em resina semelhantes aos modelos de gesso
  • Simulação de gengiva artificial e protótipos
  • Impressões de modelos de estudo
  • Impressão de dentes 3D biocompatíveis para provisórios
  • Impressão de guias cirúrgicas para utilização em cirurgias de implantes dentários guiados
  • Modelos 3D para posterior fundição
  • Aparelhos alinhadores ortodônticos 

A fabricação de dentes por 3D é a nova tecnologia

A impressão tridimensional (3D de dentes) é uma técnica de fabricação relativamente nova. As impressoras 3D odontológicas usam um programa de computador para endurecer finas camadas de material, como plástico líquido, até que um dente ou uma prótese ou aparelho dental seja construído.

Essa tecnologia 3D já está em funcionamento em muitos setores, desde permitir que os astronautas imprimam ferramentas no espaço até ajudar arquitetos a criar modelos. Além disso, as aplicações da impressão 3D no atendimento odontológico incluem dentes impressos em 3D personalizados, dentaduras e uma variedade de outras ferramentas para pacientes e profissionais.

Dentaduras impressas em 3D

dentadura impressa
Dentaduras Impressas em 3D: Cada parte é impressa separadamente e no final são unidas.

As próteses totais convencionais (dentaduras) também são usadas para substituir todos os dentes em um arco (toda a parte superior ou inferior da boca). Em uma dentadura, uma base de acrílico se encaixa no topo das gengivas e dentes artificiais são presos à base.

Tradicionalmente, os pacientes precisam visitar seus dentistas cinco ou mais vezes para obter moldes de gengivas, registrar seus padrões de mordida e alinhamento da mandíbula, decidir formatos de dentes e se adaptar a essas dentaduras.

Mesmo depois de todo o trabalho e personalização, as próteses ainda podem ser desconfortáveis ​​e volumosas, ou podem haver erros de fabricação, distorcendo as dentaduras. Entretanto a impressão 3D de dentaduras permite acelerar o processo de fabricação.

Usando a tecnologia CAD / CAM (ou projeto e fabricação auxiliados por computador), um dentista pode moldar ou realizar um escaneamento da boca do paciente.

Em seguida essa informação virtual é usada para fazer o projeto e impressão rapidamente um conjunto de dentes em um número potencialmente menor visitas.

Além disso a impressão de dentaduras também aumenta a precisão, além de permitir por exemplo que o paciente faça uma clonagem de uma prótese antiga que ele goste.

Dentes impressos em 3D

Dentes individuais também podem ser impressos em 3D. Quando o dente natural de um paciente precisa ser extraído, o dentista pode escanear sua forma e tamanho e imprimir uma cópia exata de materiais como resinas provisórias, titânio, porcelana ou zircônia.

Além disso, a escolha do material depende da fase do case e da presencia do dentista e  fornece uma alternativa completamente personalizada aos implantes dentários tradicionais.

A Impressão 3D de dentes já está em uso na Europa e nos Estados Unidos, e está disponível na Clínica ImplArt!

Partes de dentes, restaurações, blocos e coroas dentárias também podem ser impressas de forma personalizada.

Guias cirúrgicos para Implantes

Com a tecnologia de impressão 3D, os cirurgiões orais podem ainda projetar e construir modelos reais de maxilares e outras estruturas para serem usados como guias cirúrgicos.

Esses modelos podem tornar os procedimentos cirúrgicos, como a colocação de implantes, mais previsíveis, mais rápidas e menos invasivas.

Além disso, a tecnologia atual pode até permitir a impressão de modelos de ossos para  para cirurgia reconstrutiva por meio de enxertos ósseos impressos em 3D.

Aparelhos Ortodônticos Impressos em 3D

Os aparelhos de contenção ou estabilizadores são frequentemente usados para manter a posição alinhada dos dentes após a remoção dos aparelhos ortodônticos. Entretanto tradicionalmente, os ortodontistas fazem um molde dos dentes, pedem que um laboratório de prótese dentária crie um aparelho com base na impressão e faça com que o paciente retorne para experimentar e pegar a contenção final.

Com a impressão 3D, esses mesmos aparelhos retentores podem ser feitos em poucas horas. Além disso existem aparelhos alinhadores modernos que se baseiam em Moldagens computadorizadas (escaneamentos intra-orais), planejamento digital e aparelhos praticamente invisíveis e muito confortáveis.

Os melhores alinhadores do mundo hoje são da marca Invisalign, e são realizados em parceria com nossa clínica

Novas técnicas de impressão de dentes

Pesquisadores no mundo todo ainda estão expandindo a variedade de materiais disponíveis para material de impressão, enquanto que nós na clínica ImplArt estamos acompanhando essas evoluções e continuamente trazendo-as a nossos pacientes.

Se você estiver interessado em dentes impressos em 3D e outras opções inovadoras, fale conosco para saber mais. Se você ficou com alguma dúvida, então entre em contato conosco através de um dos canais abaixo:

Resp. Técn. Dr. Roberto Markarian - CRO SP 73.583

Endereço

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112 (11º andar) - Bela Vista - São Paulo/SP - CEP 01333-011

Atendimento

Seg. a Sex. 08:30 - 19:30

Sábado 08:00 - 13:00

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2019.