• Início
  • Implantodontia . Conheça as novas técnicas e tipos de materiais

Para que serve cada tipo de dente natural?

Você conhece a função e a importância de cada dente natural? E na falta de algum deles, o que fazer para não ter comprometimento da função mastigatória e da estética do sorriso?

Qual a função de cada dente natural?

Ao todo, uma pessoa adulta tem normalmente 32 dentes, cada com sua função e importância para o sorriso. O formato de cada um deles tem papel fundamental para a correta mastigação, para a fala, para o equilíbrio da saúde bucal, para o aspecto facial bem como para a saúde em geral. Veja quais são e para que serve cada tipo de dente natural.

Dentes incisivos

São oito elementos, sendo quatro incisivos centrais (dois superiores e dois inferiores), e dois incisivos laterais em cada arcada. O formato vertical achatado confere a esses dentes a função de corte dos alimentos.

Os dentes incisivos são os dentes da frente. Os incisivos centrais são maiores nos dentes superiores, e os incisivos laterais menores. Na arcada inferior os incisivos são bem parecidos, porém os laterais podem ser ligeiramente maiores do que os incisivos centrais.

A falta de algum desses dentes gera um comprometimento imediato da estética do sorriso, da mastigação e da fala. Esse é o principal evento que leva as pessoas a procurarem uma técnica rápida de reposição do dente, para recolocação do dente natural – o que nem sempre é possível.

Ou então a colocação de um implante dentário rápido com uma coroa protética estética que imita perfeitamente seu dente natural (veja um caso real de implante e coroa feita na ImplArt).

Há ainda os casos de pessoas com falta de um ou mais dentes permanentes porque não erupcionaram (tratamento ortodôntico para dente retido) ou porque não nasceram, uma condição chamada agenesia dentária.

Ambos os casos possuem tratamentos – que não são tão rápidos – mas apresentam resultados muitos satisfatórios.

Dentes Caninos

São quatro elementos, sendo dois superiores e dois inferiores. Possuem formato pentagonal alargado, são mais compridos e pontiagudo, o que caracteriza esses dentes a função de furar ou rasgar os alimentos mais fibrosos e resistentes.

Os dentes caninos são os dentes pontudos logo atrás dos incisivos e antes dos pré-molares. Possuem longas raízes e participam da estética e da mastigação.

Os dentes caninos, juntamente com os dentes incisivos, são os grandes responsáveis pelo suporte labial, ou seja, a ausência deles deixa o lábio com aspecto murcho e afundado.

Os dentes pré molares

Ao total são oito elementos, divididos em dois primeiros pré molares superiores, dois primeiros pré molares inferiores, dois segundos pré molares superiores e dois segundos pré molares inferiores.

Os dentes pré-molares estão localizados entre os caninos e os molares. Ajudam a amassar os alimentos. Algumas pessoas precisam remover pré-molares por indicação de uso de aparelho ortodôntico quando não há espaço na boca.

Possuem formato pentagonal, porém são dentes mais curtos se comparados aos caninos. Têm papel importante na mastigação, na manutenção da dimensão vertical de oclusão bem como no suporte de lábios e bochechas.

Na função mastigatória, eles ajudam a esmagar e rasgar os alimentos.

O dente molar

São doze elementos desse tipo, porém algumas pessoas podem apresentar menos dentes molares. Vamos entender a seguir.

Normalmente existem seis dentes molares superiores (dois primeiros molares, dois segundos molares e dois terceiros molares superiores). Na arcada inferior são dois primeiros molares, dois segundos molares e dois terceiros molares.

Precisamos ter 2 molares de cada lado para ter a dentição normal. O terceiro molar é o dente do siso e não é necessário para a mastigação eficiente. Em geral os primeiros molares são maiores do que os segundos molares. O primeiro molar é portanto o maior dente da boca e por isso o mais importante para uma mastigação adequada.

No entanto, algumas pessoas já não estão mais desenvolvendo os terceiros molares (dente do siso) ou na maioria dos casos, por falta de espaço, eles acabam não erupcionando corretamente e ficam totalmente ou parcialmente escondidos abaixo da gengiva (dentes semi ou totalmente impactados).

Terceiros molares mal posicionados podem trazer alguns problemas para a saúde bucal e bem estar, como por exemplo dores, mal cheiro pela dificuldade de higienização, sangramento gengival e pericoronarite.

Além disso pode afetar o posicionamento e a saúde dos dentes vizinhos. A indicação da extração do dente do siso é bastante frequente, quando estes apresentam condições favoráveis.

Dente do siso inflamado: A falta de espaço para o nascimento do dente do siso leva a inflamações recorrentes denominadas de Pericoronarite do terceiro molar

Em geral, os dentes molares possuem formato mais alargado e achatado, tendo papel importante na mastigação ao triturar e amassar os alimentos e prepara-los para a digestão, para a manutenção da dimensão vertical de oclusão e no suporte de lábios e bochechas.

Na falta de um dente natural, o que fazer para manter o sorriso completo e bonito?

Existem algumas técnicas para reposição de um dente natural perdido a indicação depende de cada caso. Podem ser uma coroa adesiva ou uma ponte. Mas a melhor maneira de repor a falta de um ou mais dentes é a colocação de implante dentário com uma coroa fixa.

As técnicas avançadas e os materiais mais modernos nos permitem realizar dentes protéticos idênticos aos dentes naturais.

Veja um exemplo em que houve a perda de 3 dentes e grande defeito ósseo e gengival depois de um acidente. A reabilitação foi realizada com implantes e coroas dentárias de zircônia estéticas.

Reposição de 3 dentes perdidos. Observe como as coroas de zircônia fixas em implantes são idênticas aos dentes naturais do paciente. Neste caso também foi realizada a recomposição do desenho da gengiva (camada de gengiva artificial).

Se ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco ou então agende uma consulta com a nossa equipe. Ficaremos felizes em recebe-lo!

Abscesso dentário é um sinal de infecção bucal

O abscesso dentário é caracterizado pelo acúmulo de pús, um líquido de cor branco-avermelhado contendo glóbulos brancos vivos ou mortos, tecido morto e bactérias, devido à uma desintegração de tecidos.

Infecção com abcesso apresenta acúmulo de pus, dor local e até mesmo dor de ouvido. Seu tratamento é de máxima urgência

O abcesso dental aparece quando uma área de tecido é infectada, mas o organismo não consegue acabar com a fonte e a infecção se dissemina.

No caso dos dentes, o abscesso pode ser resultado de um agravamento da cárie dentária, doença periodontal, trauma dental, de uma inflamação e infecção no osso ou então nos canais do dente.

Aberturas no esmalte do dente, principalmente por causa de cáries, permitem que bactérias infectem a área do canal (polpa) e dessa forma, a infecção pode atacar, inicialmente, a raiz do dente e se propagar até os ossos.

O abcesso dentário causado por um problema de canal ou dente quebrado aparece como uma bolha na gengiva, que corresponde à ponta do dente (ápice).

Sintomas do abcesso dentário

Os sintomas mais conhecidos do abscesso são: dor no local, latejamento, vermelhidão e/ou ponto amarelado na gengiva, uma bolha, dor de ouvido e febre. Também pode haver inchaço dos gânglios (íngua), inchaço no rosto e outras regiões como o pescoço e abaixo da mandíbula. É comum a pessoa pode sentir um gosto ruim na boca, mau cheiro e mau hálito.

Implantes dentários e enxertos ósseos podem apresentar abcessos dentários ?

Implantes dentários e enxertos ósseos não apresentam abcesso dentário e pús quando estão cicatrizando normalmente e estão saudáveis.

Porém em algumas situações, pode aparecer pús em enxertos e implantes. Caso o abcesso ocorra, pode indicar uma contaminação da superfície do implante, do osso ao redor ou do enxerto ósseo.

O implantodontista então deverá agir para cortar essa infecção que pode acabar levando à perda do implante dentário ou enxerto, por uma cicatrização ruim.

Na maioria dos casos bastará tomar antibióticos e o abcesso irá sumir, porém em outros casos será necessário remover o implante dentário ou então pelo menos um pouco do enxerto ósseo dentário.

Durante a cicatrização de uma cirurgia oral como na de enxertos ósseos e implante dentário, pode haver a formação de uma camada branca na gengiva que não é pús. Trata-se da casquinha de proteção da ferida que na boca é branca e sobretudo não deve ser removida !

A imagem escura na ponta do dente na radiografia representa um abcesso dentário causado por um dente cariado.

Em quais casos nos quais podem aparecer abcessos

Algumas vezes após um enxerto ósseo dentário podem sair grânulos brancos que são excedentes do procedimento de enxertia. Esses grãozinhos não são abcessos nem pus e podem ser expelidos por semanas ou meses após o procedimento.

Tratamento para abscesso dentário

Para tratar o caso, a maior recomendação é procurar o dentista e iniciar os devidos procedimentos. Normalmente, o tratamento do abscesso tem início com a abertura do canal do dente ou então com uma extração, seguido de prescrição de medicamento e controle do foco da infecção.

Não é possível tratar um caso de abscesso somente com medicamentos, sempre é necessária a intervenção profissional. Seu tratamento é de máxima urgência para dessa maneira evitar o espalhamento da infecção pelo organismo e complicações mais sérias.

Se ficou com alguma dúvida sobre abscesso dentário, entre em contato conosco ou então agende uma consulta com a nossa equipe.

Trismo – Por que sinto dificuldade para abrir a boca?

O Trismo é o termo que define quando uma pessoa não consegue abrir a boca totalmente. A boca de um paciente com trismo também pode ficar travada aberta.

A limitação na abertura da boca é uma sensação bastante desagradável, mas tem tratamento

Para se ter uma ideia, é considerado normal a pessoa que consegue uma abertura maior que 3 centímetros, enquanto que o Trismo limita a abertura de 2 a 3 centímetros em casos leves, e de apenas 1 centímetros em casos mais sérios.

Os sintomas do Trismo causam muitos incômodos e tristeza ao portador, pois dificulta necessidades simples, como por exemplo a ingestão de alimentos, a fala, a higiene oral e a realização de procedimentos odontológicos para manutenção da saúde bucal. E para piorar, algumas vezes os sintomas são acompanhados de dor ao abrir a boca. Mas qual é a causa do Trismo?

boca aberta e fechada trismo
O trismo pode causar uma mudança significativa na abertura da boca.

Quais são as causas do Trismo?

O Trismo pode surgir por consequência de espasmo muscular em razão de um quadro inflamatório e em função de aplicação de anestesia, devido a algum dano nos músculos ou nos nervos responsáveis pela abertura e fechamento da boca.

Isso pode ocorrer durante a realização de determinadas cirurgias na região da cabeça, pescoço, mandíbula ou face, ou por uma reação da radioterapia para tratamento de câncer de cabeça e pescoço, ou ainda em procedimentos cirúrgicos na face e procedimentos dentários.

Vários fatores podem causar o Trismo, por esse motivo o paciente deve ser muito bem avaliado para investigação e chegar ao diagnóstico correto do que está causando o problema, podendo ser de motivo intra ou extra-articular (dentro ou fora da articulação temporomandibular – ATM).

Causas intra-articulares do trismo:

  • Desarranjo interno da ATM (deslocamento anterior do disco articular sobre o côndilo)
  • Luxação da articulação temporomandibular (deslocamento da mandíbula)
  • Fratura intracapsular
  • Sinovite traumática (inflamação da membrana sinovial)
  • Artrite inflamatória séptica
  • Osteoartrite
  • Anquilose (imobilidade da articulação temporomandibular ou junção da articulação)
  • Formação de osteófitos (processo degenerativo articular)

Causas extra-articulares:

  • Traumas ou fraturas de ossos da face
  • Edema pós cirúrgico após anestesia para tratamento dentário
  • Hematoma
  • Infecções agudas dos tecidos orais
  • Parotidite aguda (inflamação ou infecção da glândula salivar parótida)
  • Tétano
  • Tumor maligno
  • Radioterapia
  • Anquilose
  • Efeito colateral a determinados medicamentos
  • Mordida errada (oclusão)
  • Alterações dos maxilares pela perda de dentes

Também de forma bastante comum pode haver trismo após um trauma na mandíbula por acidentes ou esportes, principalmente lutas.

boca dolorida
O Trismo pode ocorrer com dores perto do ouvido e na musculatura da face que participa do fechamento da boca

Não consigo abrir a boca após cirurgia de retirada do siso

Uma das reações que pode ocorrer após uma cirurgia de extração do terceiro molar (siso) é a limitação da abertura ou fechamento da boca. Isso ocorre devido a tensão gerada durante o procedimento de exodontia, causando tensionamento dos músculos, seja pelo tempo do procedimento cirúrgico ou então pelo grau de complexidade da cirurgia.

E quanto tempo dura o Trismo siso? Felizmente essa situação é temporária e tudo voltará ao normal no decorrer da cicatrização. É importante que o paciente não force a abertura. O dentista dará orientações e se for preciso receitará um relaxante muscular para ajudar na recuperação.

Tratamento para Trismo

O tratamento depende muito do motivo que está causando o problema que como vimos são muitas e tem o propósito de reduzir ou eliminar os sintomas, principalmente corrigindo mecanicamente a função das articulações temporomandibulares.

Portanto a conduta pode ir desde entrar com uma medicação (anti inflamatórios, relaxantes musculares para relaxar a mandíbula, antibióticos, analgésicos para aliviar a dor da ATM) e compressas, até procedimentos mais demorados, como fisioterapia, sessões de laserterapia, tratamento ortodôntico e procedimentos cirúrgicos.

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco ou então agende uma consulta com a nossa equipe odontológica. Ficaremos felizes em atende-lo!

Harmonização orofacial

A harmonização orofacial é uma especialidade odontológica relativamente recente, mas que, permitindo ao cirurgião dentista especializado realizar procedimentos estéticos e funcionais na face e pescoço.

O que é harmonização orofacial?

O dentista especializado em harmonização orofacial é aquele que está habilitado a realizar técnicas e procedimentos para equilibrar a estética e a função oral, melhorando alguns aspectos faciais do paciente, mas sempre buscando benefícios para sua saúde. Os procedimentos estéticos e funcionais de harmonização orofacial trazem benefícios para uma aparência mais rejuvenescida, melhorando sobretudo a autoestima pessoal.

A harmonização orofacial é uma especialidade odontológica e encontra-se devidamente regulamentada pelo Conselho Federal de Odontologia (Resolução 198/2019),

O dentista especializado em harmonização orofacial precisa realizar um curso de especialização com carga horária mínima de 500 horas para ser reconhecido.

Veja alguns procedimentos contemplados na harmonização orofacial:

Bichectomia

Bichectomia para que serve

A cirurgia é indicada principalmente para afinar o rosto e melhorar seu formato através da diminuição das bochechas, mas também pode ser indicada para diminuir traumas em alguns casos de pessoas que mordem a bochecha na mucosa interna da boca. É um procedimento estético que já foi amplamente adotado pelas celebridades, mas que agora está muito mais acessível a todas as pessoas.

Bichectomia como é a cirurgia

A cirurgia é realizada pelo dentista treinado nesta técnica e consiste na retirada de dois tecidos adiposos localizados em cada um dos lados da face entre o maxilar e a mandíbula, chamados bolas de Bichat. Inicialmente realiza-se a aplicação anestésica, e em seguida são realizadas pequenas incisões na mucosa oral (parte interna da boca) para retirar as bolas de Bichat com a ajuda de uma pinça. Para finalizar, são realizadas pequenas suturas e o paciente recebe orientações de recuperação pós operatória, que deve ser tranquila e com pouca ou nenhuma dor.

Bichectomia riscos: pode haver assimetria no resultado, mas isso é raro e está mais suscetível a acontecer se realizado por profissionais não treinados nesta técnica.

Valor da Bichectomia: valores de procedimentos só podem ser fornecidos após uma consulta e avaliação de cada caso.

Bichectomia contras: a indicação do procedimento é feita com muita cautela, avaliando cada caso e as necessidades do paciente. Em princípio, o procedimento não é indicado para pessoas em tratamento contra o câncer, pessoas com infecções locais ativas, gestantes, com problemas cardíacos ou doenças que possam comprometer a coagulação e a cicatrização, pessoas com limitação na abertura da boca e menores de idade.

Preenchimento Labial com Ácido Hialurônico

O procedimento para preenchimento labial realizado com ácido hialurônico é um recurso para harmonizar o formato dos lábios e torna-los mais proporcionais ao rosto. Indicado para aumentar o volume labial, para melhorar o contorno labial ou então para correção de assimetria labial.

A técnica é uma alternativa para pessoas com lábios muito finos, ou para lábios que se tornaram finos, flácidos e enrugados com o decorrer do envelhecimento ou por consequência do tabagismo. Também é um recurso para harmonizar os lábios após um tratamento odontológico, como por exemplo a realização de uma nova prótese dentária.

Preenchimento labial como é feito: o procedimento consiste na aplicação de anestesia local e logo após a aplicação do ácido hialurônico no interior dos lábios por meio de uma microcânula ou agulha. A substância não provoca qualquer efeito colateral ou rejeição no organismo.

A técnica é feita pelo dentista especializado em harmonização orofacial para obter um preenchimento labial natural, sem exageros e que favoreça a estética do sorriso e facial. É normal que logo após o preenchimento labial ocorra um inchaço, que pode durar até 48 horas após a aplicação.

Preenchimento labial quanto tempo dura?: O resultado do preenchimento é temporário pois o ácido hialurônico é lentamente absorvido. No entanto, o efeito pode durar por até um ano e meio.

Preenchimento labial sp preço: o valor do procedimento só pode ser fornecido em consulta presencial para avaliação de cada caso.

Contra indicações: em princípio, menores de idade, gestantes, infecção local ativa (como por exemplo herpes) e portadores de doenças auto imunes.

Preenchimento para Bigode Chinês (Sulco Nasogeniano)

O bigode chinês é caracterizado por uma ruga profunda que vai desde a asa nasal até o canto da boca (marca do sorriso). Atinge homens e mulheres e está associada ao envelhecimento cutâneo, na qual naturalmente ocorrem perda de gordura e colágeno, com a exposição solar sem proteção que leva à uma flacidez da pele e com o tabagismo. Também está relacionada com uma predisposição genética, com a perda/ganho excessivo de peso corporal, assim como dormir repetidamente na posição de bruços com o rosto apoiado sobre a mão.

Existem alguns recursos para melhorar o aspecto dessa marca de expressão e o procedimento depende do grau de profundidade, sendo o principal deles o preenchimento com ácido hialurônico. Trata-se da aplicação subcutânea do biomaterial na região com o objetivo de preencher e elevar a linha deprimida, nivelando-a com a pele.

Como é o procedimento para preenchimento do bigode chinês?

O procedimento é realizado por um cirurgião dentista habilitado em harmonização orofacial de forma simples e rápida. Ele não é capaz de alterar os traços naturais da face, apenas corrige essas imperfeições. Rugas superficiais podem ser tratadas com aplicação de toxina botulínica (Botox).

Inicialmente aplica-se uma anestesia local. Em seguida os sulcos são preenchidos com ácido hialurônico. Por fim, o paciente recebe orientações para o período pós procedimento, mas a recuperação é bastante tranquila e há pronta liberação para retornar o trabalho.

Quanto tempo dura o preenchimento do bigode chinês? O efeito do preenchimento pode durar até um ano e meio, dependendo da quantidade de material injetado e da profundidade do sulco.

Quanto custa um preenchimento no bigode chinês? O valor do tratamento é fornecido apenas em consulta após uma avaliação criteriosa de cada caso.

Tratamento da papada no pescoço (Lipo de papada)

Tratamento de papada com ácido deoxicólico

O que fazer para acabar com a papada? Essa é uma das questões mais frequentes em quem busca melhorar sua aparência e obter uma aparência mais rejuvenescida. A redução da papada (gordura submentoniana) também é um dos procedimentos estéticos que o dentista especializado em harmonização orofacial está habilitado a tratar.

A principal forma de tratamento é com a aplicação do ácido deoxicólico, O procedimento também é conhecido como lipo de papada, tratamento enzimático da papada ou lipólise de gordura submentual.

Como funciona o ácido deoxicólico para papada

O ácido deoxicólico é uma substancia naturalmente encontrada no corpo humano e age na metabolização de gorduras, ou seja, quebra as células gordurosas (adipócitos), estimulando uma reação inflamatória do organismo no local. Isso ajuda na eliminação da gordura quebrada (processo que deve ocorrer ao longo de no máximo 30 dias).

Com essa eliminação de células gordurosas, há uma redução de depósitos de gordura e melhora do contorno do pescoço, além de um efeito tensor na pele (não aplicável aos casos de grande flacidez).

Como é o procedimento?

Antes de iniciar a aplicação, utiliza-se um anestésico tópico para eliminar qualquer possível desconforto com a picada da agulha. Logo em seguida, aplicamos o ácido deoxicólico na forma de fármaco sintético no tecido adiposo distribuídos em pequenas quantidades por toda extensão da papada.

Nos primeiros dias podem ocorrer inchaço, hematoma, dor (que pode ser controlada com analgésicos), eritema (vermelhidão) e dormência, porém isso é normal e faz parte do processo de eliminação da gordura. Neste período é recomendado a não ingestão de anti-inflamatórios, pois eles impedem a ação do produto.

A indicação é de até seis sessões para obter um resultado satisfatório (depende bastante do grau de acumulo de gordura) com intervalos de um mês entre cada sessão.

Em alguns casos o tratamento pode ser potencializado com o uso de uma faixa compressora/microporosa no período da noite após o quarto dia da aplicação, e também drenagem local para ajudar na diminuição do inchaço e acelerar a eliminação da gordura.  

Duração do tratamento da papada: o efeito do tratamento não tem um tempo definido, porém é esperado que o acumulo de gordura nesta região não volte, a não ser nos casos de ganho excessivo de peso.

Contraindicações do ácido deoxicólico para papada: em princípio, infecção local, gestantes ou mulheres que estejam amamentando, pessoas com cistos no local da papada, bócio ou nódulos tireoidianos.

Qual o valor de uma lipo de papada? O valor do tratamento é fornecido mediante consulta presencial e avaliação da complexidade de cada caso.

Aplicação da toxina botulínica – botox

Botox para tratar o bruxismo

O bruxismo é um distúrbio parafuncional que leva a pessoa a ranger os dentes ou apertar os dentes involuntariamente durante o sono. A força excessiva do bruxismo causa desgaste dos dentes, dores nos músculos e ossos (articulações, mandíbula), além de zumbido no ouvido, dores na cabeça e pescoço.

Também pode gerar estalos nas articulações têmporo mandibulares durante a mastigação ou abertura da boca e retração gengival. O paciente com bruxismo precisa ser muito bem avaliado e acompanhado e o tratamento pode envolver o trabalho de diferentes especialistas na área da saúde.

O Botox pode também ser aplicado pelo dentista para melhorias estéticas nos lábios e rosto do paciente

Um dos recursos para o tratamento do bruxismo é a aplicação da toxina botulínica. Ela atua na inibição da contração de músculos temporal e masseter na mandíbula, reduzindo dessa forma a atividade muscular para os casos de apertamento dos dentes, e aplicada nos músculos responsáveis pelos movimentos mastigatórios (os mesmos responsáveis pela contração involuntária do bruxismo) para contraí-los e diminuir dessa maneira o ranger dos dentes.

A toxina botulínica normalmente não é utilizada de forma isolada tratar o bruxismo. Quase sempre é uma aliada ao uso das placas de mordida (placa miorrelaxante) e a correção da mordida, entre outros procedimentos.

Como é a aplicação do Botox para bruxismo?

As aplicações para bloqueio dos músculos são feitas em uma consulta e os benefícios são percebidos nas primeiras 48 horas. O bloqueio pode durar até seis meses, e, portanto, a toxina botulínica precisa ser periodicamente reaplicada para manutenção do efeito.

Botox para bruxismo valor: o valor do tratamento é fornecido em consulta com dentista para avaliar com cuidado cada caso e fazer a indicação do tratamento mais adequado.

Na odontologia, a aplicação da toxina botulínica (Botox) também é bastante útil para correção da assimetrias do sorriso ou face no terços médio e inferior, para o tratamento do sorriso gengival, tratamento de dores orofaciais relacionada ao distúrbio de ATM ou da musculatura envolvida com a mastigação, amenização de linhas de expressão no terço médio e inferior, e até mesmo no controle na produção excessiva de saliva.

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011