Para que serve a cirurgia plástica gengival?

A cirurgia plástica gengival é uma opção para as pessoas que não estão satisfeitas com seu sorriso e também com o formato e o tamanho de suas gengivas, principalmente pela falta de gengiva.

Cirurgia gengival e recontorno dos dentes com resina composta

Quando muito aparentes, elas influenciam na harmonia do sorriso e na autoestima de algumas pessoas. A estética gengival influi no sorriso através de suas relações com os dentes, cor e espessura das gengivas. Com este procedimento é possível corrigir as deformações gengivais através da remoção de excessos e a reconstrução de áreas que possuem pouca gengiva utilizando enxertos de gengiva. A cirurgia é simples, feita com anestesia local e realizada no consultório do dentista.

Como é feito o enxerto gengival?

De uma forma geral o tecido gengival é retirado de outro local da boca como o céu da boca ou atrás dos dentes do siso. Porém hoje também é possível usar um enxerto de gengiva artificial, obtido de tecidos do porco. Após o procedimento, o paciente é orientado como deve realizar a higiene oral nos primeiros dias bem como sobre os medicamentos que deve tomar (normalmente antibióticos, anti-inflamatório e analgésicos).

Também recebe recomendações sobre a alimentação, principalmente para evitar ingerir alimentos com potenciais reações irritativas, como alimentos ácidos, muito salgados e picantes. O período de cicatrização depende de cada caso, mas a reabilitação total interno da gengiva acontece a partir de seis meses. Muitos pacientes recorrem a essa cirurgia devido à desarmonia gengival, que pode estar relacionada com o excesso ou a falta de gengiva.

A gengiva pode crescer?

O crescimento pode ser causado pelo uso de medicamentos como anti-hipertensivos, à base de alodipina, anticonvulsivantes, à base de hidantoína, e aparelhos fixos associados com uma má escovação. A recessão ou retração gengival é a mudança da posição da gengiva com o aparecimento da raiz do dente, que se torna mais longo e sensível. Essa situação pode acontecer por causa de uma escovação traumática forte, má-oclusão, quando a mordida é sobrecarregada no dente com recessão, bruxismo e doença periodontal.

Para este tipo de correção, então o enxerto gengival pode ser indicado. O tecido utilizado é retirado da mucosa do céu da boca (palato). A cirurgia é contra-indicada para pacientes que possuam problemas cardiovasculares sem tratamento, doença periodontal ativa, problemas sanguíneos bem como câncer de boca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011