Enxerto ósseo de banco de ossos

Protótipo de uma arcada superior e fragmento de osso do Banco de Ossos do Hospital das Clínicas – USP  

 

Enxerto ósseo para implante dentário

A técnica de enxerto ósseo é utilizada para reconstruir a arcada dentária de pessoas que perderam um ou mais dentes por causa de acidentes ou de extrações e não os repuseram de forma imediata. Em muitos casos, o osso perde espessura e altura e o seio maxilar e dificulta a colocação de implantes.

Para que o paciente possa sorrir novamente e ter uma boa estética bucal, o enxerto devolve o volume perdido ao osso atrofiado e em seguida, o dentista pode fazer o número de implantes necessários. Ele pode ser feito com material do próprio paciente (autógeno), retirado de animais (enógeno/osso liofilizado bovino – genox), de bancos de ossos (transplante ósseo), materiais vítreos sintéticos (alógeno/bioss) e precursor ósseo (hidroxiapatita sintética). 

O protótipo é normalmente confeccionado a partir de uma tomografia computadorizada (foto). Uma das vantagens do enxerto com ossos de um banco de tecidos é a rapidez. A cirurgia dura cerca de 20 a 30 minutos, dependendo do tamanho da área. O tempo operatório e o pós cirúrgico são melhores, já que a anestesia é local e o procedimento é realizado no consultório do dentista.

Além disso, o paciente não precisa passar por duas cirurgias, uma para captar o osso de uma área doadora (nos casos autógenos) e outra para colocar o enxerto. A reabsorção do osso também é melhor, três vezes menor do que outro tipo de enxerto, já que os locais de onde foram retirados possuem mais compatibilidade com a área receptora.

Vale ressaltar que esta é uma técnica segura. O Banco de Tecidos do Hospital das Clínicas – Faculdade de Medicina da USP possui toda a infraestrutura e recursos humanos necessários para realizar as atividades, como um centro cirúrgico próprio, totalmente isolado, para preparação do material coletado nas captações ósseas em ambiente asséptico, garantindo a esterilização dos implantes.

O controle é rigoroso, com manutenção da temperatura e monitoramento em gráfico para avalizar a qualidade dos enxertos antes e após seu processamento. Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato através de um dos canais abaixo ou agende uma consulta conosco. 

{loadmoduleid 190} 

Leia mais:

{loadmoduleid 147}

área, banco, casos, clínicas, dentista, enxerto, hospital, implantes, mais, material, não, necessários, ósseo, osso, ossos, paciente, para, pode, próprio, tecidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resp. Técn. Dr. Roberto Markarian - CRO SP 73.583
Endereço
Rua Cincinato Braga, 37 - 11º andar - cj. 112
Bela Vista - São Paulo/SP CEP 01333-011
Telefones
Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2019.