Tag: dentista

Extração dos dentes do siso

A extração dos dentes do siso é a cirurgia para retirada dos terceiros molares

Normalmente a extração dos dentes do siso é um procedimento simples, porém em alguns casos pode ser uma cirurgia um pouco mais complexa, dependendo da posição em que o dente se encontra. Muitas pessoas desejam retirar esses dentes por uma questão de higiene e conforto, já que quase sempre não há espaço suficiente para esses dentes nascerem.

Além disso, a posição mais ao fundo dificulta a limpeza da região durante a escovação e também causa traumas, dores e sangramentos na gengiva e mucosa (pericoronarite). A pericoronarite é uma inflamação do siso comum e pode ser necessário um atendimento emergencial para desinflamar antes de pensar na remoção do dente do siso.

Qual o remédio para dor no dente do siso?

Em geral o melhor remédio é ir ao dentista pois os medicamentos comuns como analgésicos e antiinflamatórios só vai resolver o problema por algumas horas. Entretanto, ainda que esses dentes não estejam incomodando, pode haver indicação do dentista para retira-los se for constatado que o mal posicionamento destes dentes estão afetando a saúde e o alinhamento dos outros dentes, principalmente os dentes vizinhos.

A cirurgia de extração dos terceiros molares pode ser feita por um cirurgião dentista clínico geral ou em casos mais complicados entra em ação um especialista buco maxilo facial. Os casos mais complicados de extração dos sisos são:

  • Quando os dentes nasceram completamente,
  • Parcialmente (semi incluso)
  • Quando não nasceram (incluso)
  • Com raízes curvas ou tortas
  • Com cáries (frágeis)
  • Sisos muito profundos
  • Associados a estruturas nobres como nervos ou vasos
Radiografia evidencia terceiros molares (sisos) impactados e mal posicionados

A complexidade da cirurgia está diretamente relacionada com o posicionamento dos dentes do siso. A cirurgia é contraindicada nos casos em que o dente esteja muito próximo ao nervo e não esteja causando algum problema significativo, pois o risco de lesão do nervo durante a cirurgia não compensaria esse procedimento.

Como é a cirurgia de retirada dos sisos? Extração do siso doi?

O primeiro passo do tratamento é a realização de exame radiográfico que mostre o exato posicionamento dos dentes. Em princípio, realiza-se uma radiografia panorâmica e eventualmente uma tomografia computadorizada. Após o diagnóstico com exames digitais realizados diretamente em nossa clínica, o cirurgião dentista então verifica se a extração é a melhor conduta.

Muitas pessoas sentem muito medo da cirurgia de extração dos sisos, mas podemos afirmar que com o correto planejamento, o procedimento tende a ser muito mais tranquilo do que se imagina, inclusive sendo finalizado em poucos minutos. As cirurgias de extração também podem ser feitas sob sedação com o paciente dormindo.

De forma geral, anestesia para extração dos sisos é local, e na ImplArt temos a anestesia eletrônica que é muito mais confortável, indolor e precisa. Após a anestesia, é feita uma incisão na gengiva para expor o dente a ser retirado. Nos casos em que o dente que não irrompeu completamente, é feita a remoção cuidadosa do osso que o recobre, para posteriormente remover o dente.

Com o intuito de facilitar a extração, em alguns casos o dente precisa ser fracionado e retirado em partes, em outros será retirado inteiramente. Por fim é realizada uma sutura e o paciente recebe orientações com relação a medicação, alimentação e higienização nos primeiros dias.

É possível extrair os quatro sisos no mesmo dia?

Sim, desde que o paciente esteja em boas condições. Disso também depende o posicionamento dos dentes bem como a complexidade da cirurgia para retira-los. No entanto, sempre que possível é melhor fazer a extração de um lado de cada vez, para facilitar a mastigação. Há pacientes que tem pressa e nesses casos removemos o maior número de dentes do siso no mesmo dia.

Extração do siso recuperação: quanto tempo demora para cicatrizar extração de dente siso

O tempo de recuperação depende do grau de dificuldade da extração, bem como do número de dentes extraídos. Em geral, são comuns esses sintomas:

  • O efeito anestésico dura em torno de duas a cinco horas. O paciente recebe prescrição de medicamento analgésico para usar se necessário.
  • Poderá ocorrer sangramentos locais moderados nas primeiras 24 horas. É possível minimiza-los colocando uma gaze limpa sobre a área e a pessoa deve morde-la. Em caso de sangramento mais intenso, o dentista deve ser comunicado.
  • Inchaço na face, que pode ser reduzido com uma compressa gelada na bochecha a cada 20 minutos, durante 10 minutos aproximadamente no primeiro dia. No segundo dia o inchaço deve ser conduzido com compressas quentes de 20 em 20 minutos, repetindo conforme necessário.
  • Eventualmente pode haver uma dificuldade transitória para abrir ou fechar a boca. Essa situação vai retornando ao normal conforme ocorre a cicatrização dos tecidos.

Extração de siso quantos dias de atestado

Normalmente em um dia após a extração dos sisos a pessoa já está apta a retornar ao trabalho.

Pós operatório dente siso alimentação

Os cuidados com a alimentação dependem da extensão da cirurgia e cada pessoa sai com uma orientação do consultório. Em geral, deve-se adotar uma dieta líquida ou pastosa e fria até no máximo o terceiro dia pós-operatório. Deve-se evitar consumir alimentos duros e quentes para ajudar a reduzir o inchaço.

Também devem ser evitados alimentos com potencial irritativo (muito salgado, apimentado ou ácido) até a completa cicatrização dos tecidos. Não ingerir bebidas alcoólicas, pois elas interagem com as medicações prescritas, além de atrapalhar o processo cicatricial.

Como higienizar a boca após extração de dentes do siso

A escovação dos dentes deve ser feita de forma mais suave do que o habitual. Não usar enxaguantes bucais, a não ser que tenham sido prescritos pelo dentista. Muitos possuem álcool na composição e por consequência irritam a gengiva em recuperação. Evitar fazer movimentos como bochechos e sucção, bem como cuspir nas primeiras 24 horas após a extração do siso.

Extração dos sisos pontos

O paciente deve retornar ao consultório para remoção dos pontos, normalmente 7 dias após a cirurgia ou a critério do dentista. Eventuais problemas com o os pontos, como por exemplo: pontos do siso romperam, pontos do siso machucando, como saber se o ponto do siso estourou, ponto siso soltou, o que fazer quando o ponto do dente do siso abre ou inflama, é normal os pontos do siso soltaram ou pontos siso abriram devem ser relatados ao dentista ou para nossa equipe.

Extração do siso complicações – extrair dente siso é perigoso?

A cirurgia de extração de dente do siso é feita com critério e planejamento para evitar ao máximo qualquer problema, no entanto existem alguns riscos. A boa notícia, é que eles são raros:

Parestesia

Sensação de dormência transitória ou permanente, ou devido a edema que pressiona o nervo nos primeiros dias, ou devido a lesão acidental do nervo próximo ao dente que foi extraído. Embora possível, a parestesia é rara. No geral dura alguns dias ou semanas, mas se o problema persistir, o dentista deve ser comunicado.

Alveolite

Quando o coágulo de sangue formado no processo de cicatrização se desfaz ou desloca cerca de três ou quatro dias após a extração, deixando dessa maneira a cavidade exposta. Isso pode causar dores, secreção e mal hálito. O dentista deve ser avisado com brevidade caso isso ocorra.

Dificuldade para abrir a boca (trismo)

É uma contratura dolorosa da musculatura da mandíbula que ocorre devido ao paciente ficar com o maxilar muito tenso durante a cirurgia, ou caso haja dificuldade e demora na extração do siso. Os sintomas podem ser evitados ou amenizados com medicação específica.

Infecção após extração dente siso

Infecções podem ocorrer após qualquer cirurgia. Para a cirurgia de extração dos dentes do siso, são tomadas medidas antes e após o procedimento para minimizar esse risco.

Extração do siso preço

O valor da cirurgia de extração de dentes do siso só pode ser passado em consulta presencial após uma avaliação detalhada da dificuldade do caso. Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco ou agende uma consulta.

Prótese dentária preço

Prótese dentária preço

Preço e valor de prótese dentária

Com certa frequência recebemos mensagens de pessoas querendo saber preço de próteses dentárias, principalmente prótese dentária preço fixa sobre implantes dentários. Gostaríamos de responder com rapidez a essa pergunta, entretanto buscamos explicar que essas questões somente podem ser respondidas presencial logo após uma consulta odontológica. Existem três principais razões para isso: 

Em primeiro lugar, o Código de Ética do Conselho Federal de Odontologia proíbe que dentistas realizem consultas de forma não presencial.

Em segundo lugar, o tratamento odontológico só pode ser indicado depois de uma avaliação criteriosa do paciente. Existem muitas variáveis que influenciam no planejamento de um tratamento. Da mesma maneira, existem diversas opções de materiais e técnicas que impactam na composição de um orçamento. Além disso, um tratamento que pode ser indicado para uma pessoa, para outra já pode não ser o mais adequado.

Em terceiro lugar, é primordialmente importante que a pessoa seja avaliada por um profissional dentista. Muitas vezes o paciente pensa que está com um problema odontológico e acredita que um determinado tratamento pode ser a solução, porém na visão profissional o tratamento mais adequado pode ser outro. O cirurgião dentista é habilitado e treinado para olhar a saúde bucal de forma geral.Além disso, orienta e recomenda condutas necessárias para manter os dentes bonitos e saudáveis ao longo da vida. 

Nós da ImplArt acreditamos que um tratamento odontológicos vai muito além de um simples valor monetário

Existem fatores importantes que influenciam em um custo benefício, como por exemplo, a saúde e bem estar que uma dentição saudável proporciona. Além disso, existem outros aspectos imensuráveis: a melhora da autoestima, o conforto do paciente do início ao término do tratamento, a relação de confiança entre paciente e dentista, a empatia do profissional pelo que o paciente sente…

Muitas vezes, os pacientes trazem consigo ansiedades, expectativas, medo de dentista, bem como traumas por terem vivenciado experiências negativas anteriores. Então, quanto você acha que vale um sorriso?

Dúvidas comuns:

A primeira consulta é cobrada?

Sim, a primeira consulta é cobrada. O paciente será avaliado pelo diretor da clínica, o Dr. Roberto Markarian, que possui uma extensa experiência em tratamentos para reabilitação oral funcional e estética, com implantes dentários bem como próteses dentárias. Caso seja necessário, o paciente deverá realizar alguns exames radiológicos para auxiliar no diagnóstico e planejamento do tratamento. Para sua comodidade, alguns dos principais exames radiológicos podem ser realizados dentro da clínica (custo a parte). Se já possuir exames anteriores, traga todos os recentes (até 1 ano) em sua consulta, pois eles serão de grande ajuda.

Meu dentista não cobra consulta, por que vocês cobram?

Nós seguimos regras do CRO, Conselho Regional de Odontologia, que especifica que serviços odontológicos não podem ser gratuitos, da mesma forma que as consultas médicas. A cultura na odontologia está mudando e o número de dentistas que cobram consulta é crescente. O dentista que o atenderá realizou estudos universitários e realiza cursos frequentes de pós graduação. Seu tempo tem valor, assim como em outras profissões da área de saúde.

A ImplArt atende algum plano odontológico ou convênio dentário?

No momento não aceitamos convênios odontológicos ou qualquer tipo de plano. A maioria dos planos odontológicos não oferece cobertura para os procedimentos de prótese dentária, implantes ou estética, que são justamente o foco da nossa clínica. Entretanto, aceitamos planos para o sistema de reembolso ou livre escolha.

Existem empresas que oferecem a seus funcionários esse sistema, no qual posteriormente receberão os valores pagos. Existe alguma burocracia nesse sistema, porém podemos ajudar. Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco através de um dos canais abaixo ou agende uma consulta!

Qual a duração do implante dentário?

Você sabe quanto tempo dura um implante dentário

A reabilitação oral com implantes dentários é certamente a melhor forma de devolver uma dentição bonita e confortável a quem perdeu seus dentes naturais por algum motivo. Mas uma dúvida surge: qual é a duração de um implante dentário? Antes de mais nada, é preciso entender que a reabilitação com implantes dentários envolve duas partes.

A primeira é o implante, que é o pino de titânio ou de cerâmica pura inserido cirurgicamente no osso maxilar ou da mandíbula, ou seja, a peça que fica escondida ao nível do osso e tem a função semelhante a de uma raiz dentária. A segunda é a prótese dentária, que são os dentes fixados sobre estes implantes. Desse modo, é mais fácil entender como pode ser a duração de implante dentário e de cada uma dessas partes ao longo dos anos.

Implantes Dentários

O que pode influenciar na duração dos implantes dentários?

O implante dentário é fixado cirurgicamente no osso e já nos primeiros meses deve ocorrer uma osseointegração, que é a união do osso com a superfície do implante. Esse fenômeno é portanto o grande indicador de que o tratamento foi realizado com sucesso e de que os implantes devem desse modo durar por muitos anos. Mas por quanto tempo?

Os implantes de titânio osseointegrados mais modernos podem durar uma vida inteira cumprindo bem suas funções, desde que bem cuidados e observados. Em suma, esses são os fatores que podem influenciar a duração dos implantes:

Qualidade do implante

Graças aos avanços tecnológicos, hoje temos implantes dentários de ótima qualidade, não apenas nacionais, como também importados. Temos a disposição diferentes formatos que são adaptáveis em diversas ocasiões e preservação do osso. Além disso, possuem tecnologia química e física na superfície que favorece e acelera o processo de osseointegração. É o caso, por exemplo, dos implantes suíços Straumann SLActive.

Planejamento

É extremamente importante que haja critério na escolha dos melhores implantes e da melhor prótese. Melhor não significa que seja o material mais caro, mas sim aquele atende melhor as necessidades de cada pessoa. A falta de critério, por exemplo, na escolha da prótese, pode gerar sobrecarga no implante, perda óssea e sua sobrevida então diminui.

Higiene oral adequada

Um dos grandes motivos de perda do implante é a periimplantite, que nada mais é do que um processo infeccioso em torno do implante. Essa condição é favorecida, entre outros motivos, por higienização oral insuficiente e inadequada.

Visitas de manutenção

Tanto quanto importante é a higiene oral, também é o retorno ao dentista depois de receber implantes dentários. A frequência é determinada pelo dentista, porém é importante que ela seja respeitada. O dentista é capaz de identificar possíveis problemas com os implantes em fase inicial e reversível.

Doença periodontal

Doença crônica de origem bacteriana que afeta as estruturas de suporte dos dentes e também dos implantes dentários. Pessoas com essa doença precisam de acompanhamento odontológico por toda vida.

Diabetes

Pessoas com diabetes não controlada pode ter a osseointegração prejudicada. Além disso, tem mais chances de desenvolver doença periodontal. Portanto a glicemia deve ser sempre controlada antes, durante e após a colocação de implantes dentários.

Tabagismo

A chance de insucesso do implante em fumantes é maior do que em não-fumantes. O fumo causa vasoconstrição e o organismo tem piora na resposta imunológica em quadros infecciosos, como acúmulo de placa e doença periodontal. Isso pode acelerar a deterioração dos tecidos de suporte dos dentes e implantes.

Leia mais: os 5 piores problemas com implantes

Próteses Dentárias

A duração da prótese dentária costuma ser menor que a dos implantes. O tempo é variável de acordo com o material escolhido entre outros fatores. Veja o que pode interferir na durabilidade de uma prótese dentária:

Material da prótese – prótese em zircônia e porcelana é mais resistente do que prótese em resina. A resina pode fraturar, manchar e arranhar com mais facilidade se não forem tomados alguns cuidados.

Higiene oral adequada – cada tipo de prótese tem necessidades específicas para higienização, mas em geral o paciente deve escova-la pelo menos três vezes a dia, principalmente utilizar escova de cerdas macias e creme dental sem partículas abrasivas. Enxaguantes bucais devem ser utilizados sob recomendação do dentista.

Consultas regulares – necessárias para manutenção da prótese, avalia-la de forma geral. Algumas vezes é necessário fazer uma limpeza profissional, polimento, ajuste oclusal, aperto de parafusos e eventualmente a troca de algum componente.

Hábitos – bruxismo severo, roer as unhas e mastigar objetos duros podem fraturar a prótese.

Alimentação – alimentos muito pigmentados podem manchar a superfície da prótese, especialmente as fabricadas em resina. Alimentos e bebidas ácidas podem causar abrasão do acabamento da prótese.

Tabagismo – a nicotina pode manchar a superfície da prótese, principalmente as próteses em resina.

Adaptação da prótese – pode mudar com o tempo porque ela não acompanha o remodelamento dos tecidos ósseo e gengival em virtude do envelhecimento. O paciente então precisa de uma nova prótese para ajuste oclusal e para aumentar seu conforto e segurança.

ImplArt Odontologia

Se você ficou com alguma dúvida sobre duração de implante dentário, entre em contato com a nossa equipe ou agende uma consulta.

Novidade na ImplArt: anestesia eletrônica

Novidade para quem tem medo de anestesia de Dentista

Anestesia eletrônica oferece mais conforto e precisão nas aplicações anestésicas

A ImplArt busca constantemente oferecer o que há de mais moderno no mundo da odontologia. Por isso agora está com mais uma novidade: trata-se da técnica de anestesia eletrônica Juvapen. A tecnologia desenvolvida na Suíça oferece não apenas precisão e exatidão, como também conforto na aplicação anestésica odontológica. Inegavelmente é uma técnica que traz grande alívio para as pessoas, já que a dor durante a aplicação de anestesias é uma das grandes preocupações em quem necessita de uma cirurgia dentária, como por exemplo a cirurgia de implante dentário, e tem medo de dentista.

Como funciona uma anestesia eletrônica?

Juvapen é uma seringa eletrônica em que o dentista informa a dose de anestesia a ser aplicada. Dessa forma, a quantidade de anestesia será precisa e injetada de forma lenta e suave, diminuído consideravelmente dores e qualquer desconforto. De acordo com pesquisas do fabricante:

  • Com Juvapen, a medida de cada dose anestésica é até 20 vezes mais exata que em injeções manuais.
  • A variação entre as doses é até 10 vezes mais precisa do que injeções manuais (menor que 2% entre as doses)
  • Menos dolorida – 87% dos pacientes ouvidos acharam que a anestesia eletrônica é de fato menos ou nada dolorida do que em injeções convencionais.

Leia mais: alimentação após cirurgia de implante dentário

Agende sua consulta e conheça essa e outras tecnologias disponíveis na ImplArt Odontologia.

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112 CEP 01333-011

Bela Vista - São Paulo-SP -  Brasil