Substituição de coroa metalocerâmica por coroa de zircônia

Com o tempo, a coroa de metaloceramica antiga pode apresentar problemas estéticos, como por exemplo desgaste da camada de cerâmica ou retração da gengiva (expondo parte do metal interno).

Então substituir a coroa metalocerâmica antiga por coroa de zircônia soluciona ao mesmo tempo problemas estéticos e na gengiva.

Por Roberto Markarian – Dentista graduado com doutorado em Implantodontia e especializado próteses dentárias pela USP e Diretor da ImplArt Odontologia em São Paulo.

Por que substituir coroa metalocerâmica por zircônia?

A coroa metalocerâmica é um dente artificial que substitui um elemento dentário parcialmente ou totalmente perdido. Quando o dente está parcialmente perdido, a coroa é instalada sobre o remanescente dental preparado e tratado. Já quando ocorre a perda total de um dente, a coroa é fixada sobre um implante dentário previamente inserido cirurgicamente no osso.

Esse modelo de coroa é composto basicamente por dois materiais: o metal da estrutura interna e uma camada estética de cerâmica que a caracteriza com cor e textura de um dente natural.

Entretanto, com o passar do tempo a camada de cerâmica pode sofrer desgastes, com exposição de pontos do metal e gerando comprometimento estético para o sorriso (o metal fica escuro perto da gengiva).

coroa de metaloceramica desgastada
Coroa metalocerâmica com desgaste da camada de cerâmica
coroa metaloceramica desgastada mostrando metal interno
Coroa metalocerâmica com exposição da estrutura interna metálica devido a desgaste da camada de cerâmica e retração gengival

A retração da gengiva, que a recessão do tecido gengival também pode levar à exposição do metal, caracterizado pelo surgimento de uma linha escurecida entre a coroa e a gengiva.

Quando uma coroa é planejada, ela é concebida para se ajustar a um determinado formato ósseo e gengival. Entretendo, todos nós sofremos modificações dos tecidos conforme envelhecemos. Em algumas pessoas essas modificações acontecem de forma acelerada, e a coroa que até então era bem ajustada, pode ficar desadaptada aos tecidos.

coroa metaloceramica com metal aparecendo por causa de perda óssea e retração gengival
Coroas metalocerâmicas com exposição de metal devido à retração gengival e perda óssea

Outra razão que pode levar à necessidade da troca de uma coroa metalocerâmica por coroa de zircônia é quando a pessoa, em algum momento, apresenta sinais de alergia a componentes metálicos utilizados em odontologia.

Qual é a diferença de uma coroa metaloceramica para a coroa de zircônia?

Como citado anteriormente, a coroa metalocerâmica é constituída por uma estrutura interna de liga metálica coberta por uma camada de cerâmica estética, também chamada de porcelana dental.

Já a coroa de zircônia possui estrutura interna fabricada em óxido de zircônio com tonalidade branca, que é muito mais semelhante ao interior de um dente natural. O avanço tecnológico dos materiais para fabricação de coroa de zircônia oferece muita resistência e resultados estéticos excelentes.

Além disso, coroas de zircônia são fabricadas por modernos sistemas digitais, com processos mais rápidos, confortáveis e previsíveis para melhorar a saúde bucal. A estrutura interna em zircônia é clara, portanto, a coroa não contem material escuro e inestético.

Coroa metalocerâmica e coroa de cerâmica com estrutura interna de zircônia
Coroa metalocerâmica (estrutura interna metálica) x coroa de cerâmica com estrutura interna de zircônia.
coroa metaloceramica vista interna
Vista interna de uma ponte com coroa metalocerâmica
coroa de zirconia vista interna
Ponte anterior de zircônia sem metal com elemento central suspenso
dentes de zirconia vista frontal e interna
Ponte de zircônia sem metal posterior, vista externa e interna (Coroa metal free)
protese total de zirconia
Prótese total fixa com coroas de zircônia em processo de finalização

Coroa de zircônia pura une estética avançada e alta resistência

A zircônia pura é uma técnica que se diferencia da coroa zircônia + cerâmica pela ausência camada de cerâmica aplicada, ou seja, a coroa de zircônia pura translúcida é construída com apenas uma camada.

A excelência estética da zircônia pura é alcançada graças aos materiais e processos que reproduzem transparências, gradientes e texturas dos dentes naturais humanos. A técnica de coroa de zircônia pura pode ser aplicada para dentes unitários, pontes e até mesmo prótese total fixa.

coroas de zirconia pura
Coroa de zircônia pura

Cuidados permanentes com coroas dentárias são fundamentais

Pessoas com coroa dentária devem manter um cronograma de cuidados permanentes para manter sua beleza e funcionalidade, o que inclui cuidados em casa com a higienização e alimentação, como também com retornos periódicos ao consultório para revisão anual.

Essas consultas são importantes para avaliar o contato dos dentes, possíveis infiltrações, retração da gengiva e cáries no remanescente dental, ou até mesmo avaliar a necessidade de troca da coroa dentária antiga para manter a saúde oral.

A troca de coroa metalocerâmica antiga é um procedimento comum quando apresenta linha escurecida próximo a linha gengiva, ou está mal adaptada, com retração gengival, perda óssea, infiltração ou cárie.

Por que a coroa fixa é melhor do que coroa adesiva?

É comum que algumas pessoas optem por uma coroa adesiva para repor um dente perdido. A coroa adesiva é do tipo que é suportada nos dentes vizinhos. Esse modelo é recorrentemente escolhido por dois principais motivos: o desejo por um procedimento mais rápido ou então por um tratamento mais barato.

Entretanto a coroa adesiva pode necessitar de troca antecipada se ela se soltar. Há também outro inconveniente. Como esse modelo de coroa não é capaz de paralisar a absorção óssea, a gengiva pode sofrer alterações, gerando um espaço entre coroa e gengiva, o que não é bom nem para função mastigatória, nem para a estética do sorriso.

Coroa fixa sobre implante é a melhor alternativa para repor um dente

Quem deseja durabilidade, resistência e alto padrão em estética deve considerar substituir seu dente perdido por uma coroa fixa sobre implante dentário. Essa coroa não sai, pois apenas o dentista consegue retira-la em consultório com instrumentos adequados.

O implante dentário funciona como a raiz de um dente, e os modelos mais modernos impedem a perda óssea. Em resumo, a coroa fixa sobre implante é a melhor opção para a função mastigatória e traz melhores resultados estéticos, comparáveis aos dentes naturais.

A cirurgia de um implante é muito tranquila, rápida e indolor. Saiba mais clicando aqui.

Se você ficou com alguma dúvida sobre coroas de zircônia e implantes dentários, entre em contato conosco ou então agende uma consulta e conheça a ImplArt. Ficaremos felizes em recebe-lo!

Troca de dentadura por prótese fixa em implantes (fotos antes e depois)

O tratamento para troca de dentadura por prótese fixa em implantes dentários melhora a mastigação e a fala, além de proporcionar mais conforto e segurança para sorrir sem medo.

Este moderno tratamento permite muito mais conforto no dia a dia ao paciente, além dos ganhos estéticos, que impactam em sua qualidade de vida diretamente.

Os pacientes relatam ao final de seu tratamento, que passam a se alimentar muito melhor e a ter muito mais confiança em sorrir, o que proporciona grandes ganhos sociais na vida do paciente.

Troca de dentadura por implantes com prótese fixa é uma opção para a maioria das pessoas

Não é raro ouvir de uma pessoa que precisa usar dentadura, relatos de períodos sentindo desconforto, incômodos ou até mesmo vivência de experiências constrangedoras, como por exemplo prótese dentária que cai. 

A prótese móvel é uma alternativa para pessoas que perderam todos os dentes de uma arcada, porém muitos modelos feitos em acrílico apresentam estética limitada (aparência de plástico) e resistência razoável.

Entretanto as queixas mais comuns sobre prótese móvel são: dentadura machucando a gengiva, dentadura folgada, frouxa ou caindo, prótese dentária céu da boca machucando, dentadura doendo, entre outros.

Dentaduras com problemas atrapalham a mastigação, e por consequência a correta nutrição, podem causar interferência na fonação, ocasionando estresse ao paciente, prejudicando sua saúde pela dificuldade na alimentação. Muitos pacientes que utilizam próteses removíveis, relatam perda de peso em decorrência dos problemas para mastigar. Além disso, uma prótese móvel com limitações estéticas, causa impactos no bem estar do paciente e em consequência em sua autoestima.

A prótese total fixa sobre implantes então surge como uma excelente alternativa para melhorar a vida de quem precisa repor os dentes perdidos.

Quais são as vantagens de uma prótese dentária fixa em relação a prótese móvel?

Quando o uso da prótese móvel traz algum desconforto, seja funcional, estético ou sensorial, há então a oportunidade de substituí-la por uma versão fixa. Implantes com prótese fixa vantagens:

  • Não movimenta e não precisa de adesivos para fixação
  • Não cai, evitando experiências constrangedoras
  • Os materiais da prótese são mais bonitos e resistentes, especialmente as próteses de zircônia livre de metais.
  • Não machuca gengiva e mucosas
  • Mais segurança para mastigar, sorrir e beijar
  • Melhora a dicção
  • Não possui céu da boca acrílico, melhorando a fala e a experimentação dos alimentos
  • Aumenta o suporte labial, melhorando o aspecto de boca murcha e lábio fino.

Leia mais: Quanto tempo dura uma prótese dentária

Quando devo trocar a prótese dentária móvel por uma prótese fixa?

Você deve estar se perguntando: como saber se eu posso fazer a troca de dentadura por implantes com prótese fixa? O primeiro passo é agendar uma consulta com o Dr. Roberto Markarian, que primeiramente fará uma avaliação minuciosa da saúde bucal e geral e conhecer hábitos do paciente. Também será necessário realizar um exame radiográfico, que é a tomografia computadorizada, para visualização do volume ósseo bem como sua qualidade. Isso é primordial para planejar a quantidade de implantes que serão colocados no osso.

Pessoas que usam dentadura há muitos anos apresentam grande perda óssea no maxilar e isso é uma preocupação comum nas pessoas que gostariam de colocar implantes para usar uma prótese fixa. Como alternativas, realizamos diversas técnicas de enxerto ósseo, ou então a utilização de implantes curtos concebidos para quem com reabsorção óssea.

Outra questão importante é a escolha do material da prótese, que será decidida durante a consulta após a avaliação do paciente para então indicar quais seriam os modelos mais adequados para as necessidades e hábitos de cada pessoa.

Os principais materiais de prótese dentária para implantes são:

  • Resina – material plástico utilizado para confecção de prótese total. O protocolo de Branemark é uma prótese total com estrutura metálica e dentes e gengiva em resina. Saiba mais.
  • Metalocerâmico – Prótese com estrutura metálica (barra metálica) e dentes caracterizados em porcelana dental. Saiba mais.
  • Zircônia e porcelana – Prótese com estrutura interna em zircônia e dentes caracterizados em porcelana dental. Sem dúvida é a opção mais estética e semelhante aos dentes naturais. Fabricada por sistemas computadorizados. Saiba mais.

Um outro aspecto a ser observado é que dependendo do recuo ósseo e gengival, se é leve ou muito grande, vai guiar a confecção de prótese fixa sem ou com camada de gengiva para recompor o desenho natural da gengiva. Saiba mais aqui.

Fotos de antes e depois de um tratamento de troca de dentadura por prótese dentária fixa com implantes

troca de dentadura velha por uma prótese total de zircônia fixa sobre implantes
Prótese móvel x prótese estética de zircônia fixa em 6 implantes dentários
troca dentadura por protese fixa de zirconia
Tratamento realizado na ImplArt Odontologia para troca de prótese móvel (dentadura acrílica) por uma moderna prótese de zircônia fixa em implantes dentários. Observe a extraordinária mudança no sorriso, que ficou mais aberto e bonito por causa do aumento do suporte labial.

Quantos implantes são suficientes para segurar a prótese dentária fixa?

A quantidade de implantes dentários geralmente varia de 2 (Overdenture dentadura semi fixa), 4 e 6 por arcada. Mas ressaltamos que, tanto o número ideal de implantes distribuídos pela a arcada, como também a escolha do melhor material da prótese dentária fixa, só podem ser decididos após uma avaliação do implantodontista experiente e de uma boa conversa entre dentista e paciente.

É fundamental avaliar bem o paciente – sua saúde, hábitos e expectativas – para então planejar o tratamento com a melhor expectativa de resultado e durabilidade, algo que realmente vai mudar a vida para melhor.

Sempre recebemos perguntas sobre o preço de prótese dentária, quanto custa uma prótese fixa total, preço de uma prótese fixa e implante dentário valor. Mas a amplitude de opções de materiais de prótese e quantidade de implantes interferem diretamente no valor do tratamento. Por isso a importância de realizar uma consulta com um profissional experiente.

Saiba tudo sobre os tratamentos com implantes dentários realizados na ImplArt:

Se você gostaria de trocar sua dentadura que machuca e instável por uma prótese total fixa, agende uma consulta para avaliação clicando no link abaixo:

Dente artificial para o dente da frente fica bom?

Umas das situações mais constrangedoras dentre todos os problemas que podem ocorrer com os dentes, sem dúvida nenhuma é a perda de um ou mais dentes na parte da frente e a necessidade de ter um dente artificial.

Por se tratar da parte mais visível, essa é uma das situações que exige ação rápida para solucionar o problema e a pessoa sofrer o menor tempo possível. Também, envolve grande grau de insegurança do paciente com relação a quais serão os resultados do tratamento.

Atualmente, com as técnicas modernas de computação gráfica, onde são desenhadas as coroas e próteses em 3D, o paciente fica muito mais tranquilo com relação aos resultados, pois consegue antevê-los no computador e ir acompanhando os avanços de seu tratamento.

Com as modernas técnicas digitais de computação gráfica, o tratamento tornou-se mais confortável ao paciente e muito mais previsível, além de esteticamente superior.

Por quais motivos se perde o dente da frente?

A falta de dentes da frente está quase sempre relacionada com acidentes, cáries, doenças gengivais e problemas endodônticos (canal).

A destruição do dente pode também ser caracterizada como completa ou incompleta. Dependendo da situação haverá uma conduta diferente para a reconstrução do dente com uma prótese artificial.

O que fazer quando se perde um dente da frente?

É normal que haja uma preocupação excessiva nessa ocasião, levando a pessoa a pensar: perdi o dente da frente e agora, como resolver isso rápido?

projeto computadorizado de coroas dentarias para repor dentes da frente
Exemplo de prótese dentária projetada em 3D no computador, elaborada em nosso laboratório de prótese dentária interno.

Primeiramente, é preciso avaliar cada caso, observando-se a extensão do problema. Por exemplo se o dente se fraturou abaixo do nível ósseo e gengival, em geral não há reconstrução possível.

Para reconstruir um dente precisamos um apoio forte para colocar uma coroa (dente artificial).

Entretanto em casos que indiquem a extração precisamos analisar ainda o estado da região ao redor.

Precisamos saber por exemplo se há fratura ou defeito ósseo, a quantidade de gengiva e como estão os dentes vizinhos, para dessa forma indicar o tratamento mais adequado.

A partir do diagnóstico, as opções vão desde ponte fixa ou ponte móvel (alternativas mais econômicas), ou até tratamentos mais eficientes como implante dentário com coroa fixa artificial.

A perda de dentes na frente pode levar pessoas a procurar por um disfarce provisório improvisado para falta de dente, mas isso não é adequado, além de trazer outros problemas a longo prazo, como por exemplo a perda óssea e prejuízo da estética.

A melhor conduta é procurar uma clínica odontológica com aparato que possibilita a resolução rápida e bem planejada desses casos.

A ImplArt Odontologia possui estrutura completa para planejar e tratar rapidamente a falta de dentes da frente. Você realiza o exame radiológico, o implante dentário e a coroa definitiva em um mesmo lugar.

Quais são as melhores coroas para dentes da frente?

Existem algumas opções de coroas artificiais para dentes da frente, e a indicação de cada modelo está condicionada ao estado dos tecidos.

Dente artificial colado sobre a raiz

Uma das situações é: meu dente caiu e ficou a raiz, o que fazer? Nesse caso, será avaliada a resistência estrutural e a integridade dessa raiz.

Caso a raiz seja resistente, pode-se realizar um tratamento de canal e instalar um pino em seu interior (núcleo dentário), e cimentar a coroa no pino. O núcleo dental pode ser um pino de metal ou em versões mais estéticas, já oferecemos o pino de zircônia ou pino de fibra de vidro.

Para que serve afinal o pino no dente? Para dar sustentação à coroa cimentada.

Exemplo de uma coroa cimentada sobre pino. O dente suporte que receberá a coroa deverá ser restaurado antes da colocação da coroa dentária.

A coroa dentária também pode ser cimentada sobre o remanescente de um dente que foi parcialmente deteriorado ou fraturado, popularmente conhecido como jaqueta dental (pivô, pivot, coroa).

Neste caso é feito um preparo do dente e a coroa é cimentada sobre ela (sem tratar o canal). O encaixe da coroa é perfeito, pois realizamos um escaneamento do dente preparado e a coroa é fabricada em impressora 3D com base nesta moldagem digital.

Moldagem digital de dente preparado para cimentação de coroa, uma facilidade que você encontra na ImplArt Odontologia

Dente artificial com implante

Meu dente caiu inteiro/ quebrou muito, o que fazer? A melhor solução, sem dúvida é a colocação de um implante dentário e fixar uma coroa sobre ele. Esse modelo é o que mais se aproxima de um dente natural.

Conceito de uma coroa fixa sobre implante

Na clínica odontológica ImplArt em muitos conseguimos realizar esse procedimento completo de implante dentário e coroa em um dia, pois trabalhamos com implantes de alta tecnologia para cicatrização rápida e fabricamos coroas por métodos computadorizados, o que torna tudo muito mais rápido. Essa possibilidade precisa ser avaliada caso a caso.

Os materiais estéticos são as melhores escolhas para materiais artificiais nessa região

A parte frontal das arcadas é a mais visível, por isso quando há perda de alguns dentes nesta região, é essencial realizar trabalhos refinados para obtermos os melhores resultados possíveis.

coroas de porcelana
Dentes artificiais para a região frontal em cerâmicas puras e translúcidas estão disponíveis em nossa clínica
Coroas de porcelana para fixar em implantes dentários e repor dentes da frente com boa estética

A escolha por materiais sem metais em sua composição é então uma questão a ser considerada. Hoje temos materiais altamente estéticos sem metais (metal free), como por exemplo os implantes de cerâmica pura que são implantes brancos, pinos de reforço feitos em zircônia ou fibra de vidro (materiais brancos), e coroas de porcelana e pilar zircônia livre de metal.

A reposição de dentes na frente quase sempre é feito com implantes de titânio e o resultado normalmente é bem satisfatório, no entanto implante de cerâmica pura e pilar branco são opções modernas para casos de alta necessidade estética.

Leia sobre implantes dos dentes da frente

Implante de cerâmica pura e componentes protéticos brancos trazem melhor estética e menor possibilidade de alergias
Planejamento computadorizado das coroas para dentes da frente

Perdi um dente permanente e não quero fazer implante, existe alternativa?

Neste caso, existe prótese dentária de um dente adesivo em resina, um dente artificial com aletas em ambos os lados.

As aletas são fixadas com resina nos dentes vizinhos, ao lado do espaço na boca. Esse método não exige preparo ou desgaste dos dentes laterais, ao contrário de uma ponte tradicional.

coroa dentaria adesiva

Se comparado ao implante e coroa fixa, a prótese adesiva possui algumas desvantagens, como por exemplo:

  • Pode se soltar em algum momento, pois o meio de retenção não é tão eficiente quanto de uma coroa fixa sobe implante.
  • A resina é um material menos resistente do que a porcelana, além disso pode arranhar e manchar ao longo do tempo.
  • A prótese adesiva não é capaz de impedir as modificações ósseas e gengivais que normalmente ocorrem depois de perder um dente. Isso significa que, em algum momento, poderá haver um comprometimento estético e funcional desta prótese, levando a necessidade de realizar sua troca.

A prótese de porcelana é mais pesada que a resina?

Alguns dentistas afirmam que a próteses dentárias de porcelana seriam pesadas e que, portanto, seriam pouco indicada para implantes dentários. Este conceito é antigo e já está ultrapassado, na verdade as porcelanas são os melhores materiais para próteses dentárias fixas para implantes dentários. Elas permitem aliar estética natural com durabilidade muito mais longa, se comparada às Resinas. Confira conosco os motivos pelos quais as Porcelanas são materiais mais indicados para as próteses totais sobre implantes :

Sua prótese dentária de porcelana pode ser leve e resistente

Quando se fala em porcelana dental, é comum que venha à nossa mente a percepção de um material mais pesado do que uma resina (plástico das dentaduras), pois associamos sua densidade a de objetos de porcelana que temos em casa.

O fato é que a porcelana dental é um material completamente diferente da porcelana que habitualmente conhecemos. Além disso, a prótese dentária de porcelana sobre implantes não é 100% composta por esse material. Vamos entender melhor a seguir.

A prótese dentária de porcelana para implantes é concebida basicamente de duas formas: a com estrutura metálica e dentes de porcelana, e a de estrutura de zircônia com dentes de porcelana.

90% dos nossos trabalhos são de próteses dentárias de porcelana e de zircônia

Temos milhares de próteses dentárias em experiência na seleção do material ideal, realização e acompanhamento.

Prótese fixa de porcelana com estrutura metálica

Também conhecida como prótese metalocerâmica, é uma modalidade de prótese dentária em que os dentes de porcelana são aplicados sobre uma estrutura metálica de sustentação.

O material metálico utilizado como reforço no protocolo cerâmico é uma liga de cromo cobalto, que apresenta alta resistência.

Além disso uma prótese dentária protocolo cerâmico apresenta inúmeras vantagem à sua concorrente a protocolo de branemark como estética, brilho, durabilidade, eficiente mastigatória.

Observe o caso abaixo de uma prótese total superior sobre implantes dentários. Este tratamento foi realizado na Clínica ImplArt Odontologia, e a primeira imagem representa a fase de prova da estrutura metálica, em que a ela é fixada aos implantes cicatrizados para verificar o perfeito encaixe.

A segunda imagem demonstra a finalização do tratamento, já com a aplicação dos dentes de porcelana e uma camada de gengiva artificial caracterizada com a tonalidade idêntica à mucosa natural da paciente. O resultado é uma prótese bonita, confortável por ser fixa em implantes e com céu da boca livre.

Prótese de porcelana com estrutura de zircônia

A prótese dentária fixa com dentes de porcelana aplicados sobre uma estrutura de zircônia fresada é altamente resistente e possui grandes vantagens estéticas (translucidez, gradiente de cores).

O peso da zircônia é praticamente o mesmo de uma prótese com estrutura metálica, mas a vantagem estética é um diferencial bastante atrativo, pois torna q prótese dentária mais translúcida e natural.

Além disso, a zircônia é uma opção para pessoas alérgicas a metais.

Esta é prótese que foi realizada com auxílio de sistemas computadorizados na ImplArt Odontologia. A primeira imagem mostra a prova da estrutura de zircônia sobre os implantes cicatrizados, e a segunda mostra a prótese finalizada com os dentes de porcelana e discreta caracterização de gengiva.

Porque o peso da prótese é relevante ou irrelevante?

Mas com essas estruturas internas de metal ou zircônia, a prótese não vai ficar pesada?

De fato uma prótese em metalocerâmica pesa por volta de 35 gramas, enquanto que uma prótese de resina (protocolo de branemark) pesa por volta de 20 gramas e também contém metal como estruturação.

Para comparação, um pão de queijo inteiro pesa 20 gramas, o mesmo peso de um pãozinho infantil (bisnaguinha), e nem por isso ficamos com a cabeça pesada ao comê-los.

Uma diferença de 15 gramas entre os dois modelos de próteses não interfere na funcionalidade da boca, nem deixa a boca pesada. Os músculos da boca e face rapidamente se acomodarão a qualquer prótese instalada na boca do paciente.

Outro fator importante a se saber é que cada pino de implante é capaz de suportar por volta de 100kg de força sobre eles, ou seja em ordem de grandeza o peso da prótese instalada é insignificante e nem é sentido pelo implante, e por isso a prótese em si não lhe faz mal algum.

O que sim pode fazer mal a implantes são sobrecargas de forças como em pacientes com bruxismo ou em implantes com carga imediata. Essas situações transferem forças muito elevadas aos implantes e podem prejudicar-los no longo prazo.

Outro mito difundido pelos dentistas mais antigos é de que a prótese de porcelana vai fazer barulho ao mastigar. Na prática isto ocorre somente quando a oclusão (mordida) fica desalinhada, enquanto que em uma mordida normal não há ruídos anormais.

Por que as pessoas acreditam que a prótese de porcelana é pesada e que prejudicaria os implantes?

Algumas pessoas, e até mesmo alguns profissionais dentistas, acreditam que porcelana é um material muito mais pesado em relação à resina, e que isso incidiria mais força sobre os implantes, prejudicando sua cicatrização ou fixação no osso.

Acreditamos que estes conceitos vem de épocas nas quais as próteses disponíveis eram apenas removíveis e nesse caso sim o peso importava. Uma prótese pesada seria mais instável na boca do paciente e poderia cair ou se soltar.

Porém isto não ocorre com as próteses dentárias para implantes que são aparafusadas e portanto não tem a menor chance de se soltarem

O avanço tecnológico de materiais para produção em CAD/CAM nos oferece muitas opções de alto desempenho, combinando resistência e leveza. Ao mesmo tempo, aumenta a versatilidade e a facilidade na resolução de casos que antes apresentavam dificuldades.

Se você gostaria de colocar implantes dentários para utilizar uma prótese fixa que é mais confortável e bonita, agende uma consulta com a nossa equipe especializada para saber qual é o tratamento mais indicado para o seu caso.

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

Resp. Tec. Dr. Roberto A Markarian CRO-SP 73.583