Tag: saúde

Dicas para manter uma boa higiene bucal

Uma boa higiene bucal pode garantir dentes e gengivas bem tratadas, uma boca saudável e um sorriso muito bonito e vistoso. A saúde bucal é um elemento que muitas vezes é imprescindível para iniciar um procedimento no dentista. Além da boa aparência, os dentes saudáveis contribuem na fala e também na mastigação correta dos alimentos.

Os cuidados com a higiene oral estão diretamente relacionado com a saúde bucal

Para manter a saúde bucal em dia, o paciente deve adotar cuidados diários e preventivos, mantendo uma rotina totalmente eficaz e que é facilmente cumprida. Primeiramente, uma boa escovação e o uso correto do fio dental ajudam na prevenção de várias doenças, fazendo que pequenos problemas dentários não se tornem mais graves.

Os cuidados vão além da escovação

A escovação e o uso regular de fio dental são as condutas mais eficazes para remover resíduos alimentares da superfície dentária e nas regiões interdentais. O acumulo desses resíduos favorece a formação de placa bacteriana, e consequentemente cáries e gengivites. Outra dica de higiene bucal é a ingestão de uma dieta balanceada, evitando comer entre as refeições principais.

Além disso, as pessoas podem utilizar produtos de higiene bucal com flúor, enxaguante bucal com flúor (quando recomendado pelo dentista) e crianças com menos de 12 anos devem tomar água potável fluoretada ou suplementos de flúor (quando a água de sua região não tiver esse componente adicionado).

Todas as pessoas devem seguir as orientações dadas pelo dentista, já que ele apresenta ao paciente as melhores opções para a higiene bucal adequada e também indica quais procedimentos são eficazes para evitar o desenvolvimento de cáries, gengivites, retração da gengiva e outros problemas bucais ou da mordida. As visitas regulares ao dentista são importantes para evitar o início e a evolução de muitos problemas bucais.

Para ajudar a manter a saúde bucal, o dentista também pode recomendar a realização de uma limpeza profissional profilática para remoção de placas e tártaro acumulado, e para o polimento dos dentes. Não descuide da saúde e da beleza do seu sorriso. Então agende agora mesmo uma consulta!

Importância da boa oclusão dentária

A boa oclusão dentária é importante para a saúde e a estética do sorriso

A oclusão é a relação entre a arcada dentária superior e inferior e a forma como os os dentes se tocam (mordida). A boa oclusão dentária traz benefícios para a saúde, para as articulações têmporo mandibulares, para a harmonia facial e para todas as funções orais (mastigação, a fala e estética do sorriso).

Dessa forma, a definição do termo oclusão dentária abrange as relações dinâmica, funcional e morfológica entre os componentes da boca. São essas: articulações temporomandibulares, dentes, esqueleto craniofacial, estrutura de suporte dos dentes e sistema neuromuscular.

A boa oclusão beneficia toda a saúde bucal não só a mandíbula, mas também para tratamentos restauradores e reabilitadores como a colocação de próteses, aparelhos ortodônticos, implantes dentários e outros procedimentos.

Em contrapartida, a má oclusão dentária pode trazer comprometimento dessas funções, como a disfunção têmporomandibular (ATM), bruxismo (apartamento dentário, bruxismo de apertamento (briquismo), problema no funcionamento músculo facial, problemas na saúde bucal em geral e alterações estéticas faciais.

Uma mordida afetada pode causar dor e ruídos nas articulações, desgaste de um ou mais dentes, dor nos músculos durante a mastigação, dores de cabeça e no pescoço, tensão, fadiga e travamento ao abrir ou fechar a boca, sintomas que podem afetar até mesmo a qualidade de vida. A falta de dentes pode interferir negativamente na oclusão, principalmente quando faltam os dentes do fundo da boca.

Tipos de oclusão (mordidas)

Como os movimentos da mandíbula estão ligados ao sistema neurológico, podem ocorrer algumas situações. Ela se desloca para um dos lados ou há mudança do eixo do corpo devido a contatos prematuros e interferências oclusais. Características da oclusão dentária:

  • 1 classe: oclusão normal, na qual o arco dentário superior (maxila) encaixa-se perfeitamente com o arco dentário inferior (mandíbula).
  • 2 classe: a maxila está muito à frente da mandíbula (o queixo parece pequeno)
  • 3 classe: a maxila está muito atrás da mandíbula (o queixo parece grande)
  • Tipo de mordida cruzada: a mandíbula cobre a maxila em alguma parte
  • Mordida aberta: os dentes de cima e de baixo não se tocam
  • Mordida profunda: a maxila cobre a mandíbula em demasia
  • Apinhamento: falta de espaço para os dentes

Tratamentos para a mordida ruim

O tratamento é indicado nos casos em que os dentes estão fora da posição adequada e o paciente apresenta sintomas como dores, acúmulo de placa, dores músculofaciais ou alterações estéticas. Também dificuldade para mastigar e falar, entre outros que afetam sua qualidade de vida e a autoestima do portador.

Cada caso é avaliado individualmente, mas para o tratamento da má oclusão dentária podem ser indicados um tratamento ortodôntico com aparelho ou cirurgia ortognática para correção dos ossos da face.

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011