Tag: técnica

Novidade na ImlplArt: anestesia eletrônica

Novidade para quem tem medo de anestesia de Dentista

Anestesia eletrônica oferece mais conforto e precisão nas aplicações anestésicas

A ImplArt busca constantemente oferecer o que há de mais moderno no mundo da odontologia. Por isso agora está com mais uma novidade: trata-se da técnica de anestesia eletrônica Juvapen. A tecnologia desenvolvida na Suíça oferece não apenas precisão e exatidão, como também conforto na aplicação anestésica odontológica. Inegavelmente é uma técnica que traz grande alívio para as pessoas, já que a dor durante a aplicação de anestesias é uma das grandes preocupações em quem necessita de uma cirurgia dentária, como por exemplo a cirurgia de implante dentário, e tem medo de dentista.

Como funciona uma anestesia eletrônica?

Juvapen é uma seringa eletrônica em que o dentista informa a dose de anestesia a ser aplicada. Dessa forma, a quantidade de anestesia será precisa e injetada de forma lenta e suave, diminuído consideravelmente dores e qualquer desconforto. De acordo com pesquisas do fabricante:

  • Com Juvapen, a medida de cada dose anestésica é até 20 vezes mais exata que em injeções manuais.
  • A variação entre as doses é até 10 vezes mais precisa do que injeções manuais (menor que 2% entre as doses)
  • Menos dolorida – 87% dos pacientes ouvidos acharam que a anestesia eletrônica é de fato menos ou nada dolorida do que em injeções convencionais.

Leia mais: alimentação após cirurgia de implante dentário

Agende sua consulta e conheça essa e outras tecnologias disponíveis na ImplArt Odontologia.

estética gengival

Estética Gengival

Estética gengival – Importância para o Sorriso

O sorriso gengival é caracterizado pelo tamanho ou exposição exagerada das gengivas em relação ao tamanho dos dentes. Não representa risco para a saúde, contudo pode comprometer a estética do sorriso, de tal forma que deixa algumas pessoas retraídas ao sorrir e falar, e em alguns casos é provável que atrapalhe até mesmo seu relacionamento social. Existem algumas causas do sorriso gengival, por exemplo:

  • Hereditariedade
  • Lábio curto
  • Inflamações da gengiva
  • Problemas no processo da erupção dentária
  • Freio labial denso
  • Musculatura facial deficiente
  • Excesso de tecido gengival sobre a coroa dentária
  • Face alongada 

Tratamentos para o Sorriso Gengival

A escolha do tratamento do sorriso gengival é de acordo com o grau e causa do problema. Em casos mais leves, a condição pode ser facilmente solucionada com a técnica da gengivectomia, que consiste na retirada cirúrgica do excesso de tecido gengival sobre os dentes. A cirurgia é realizada com anestesia local e a recuperação é relativamente tranquila. A cicatrização ocorre normalmente entre 7 e 14 dias e a colaboração do paciente nesse período é bastante importante.

Outro recurso é a realização do recontorno dos dentes com resina com o propósito de torná-los mais proporcionais em relação ao tamanho da gengivaEm alguns casos, a toxina botulínica (botox) pode ser indicada para diminuir a contração muscular e reduzir a exposição da gengiva quando o paciente sorri. No entanto, a aplicação da toxina precisa ser repetida periodicamente para que o efeito seja mantido.

Apenas em casos em que o sorriso gengival é causado por problemas ósseos (considerado mais complexo), não apenas a gengivectomia pode ser indicada, como também a realização de uma cirurgia ortognática.

melhora da estética gengival depois do tratamento para sorriso gengival

1-Aspecto do sorriso gengival e dentes curtos, 2-Resultado após uma gengivectomia e recontorno dos dentes com resina. Este é um exemplo de tratamento proposto, porém cada caso deve ser avaliado individualmente em consulta com o dentista. 

Peeling gengival 

A ImplArt Odontologia realiza tratamento para remoção de manchas na gengiva com a técnica de peeling gengival. As manchas na gengiva, tecnicamente conhecida por pigmentação melânica gengival, são caracterizadas por excesso de melanina (células que dão cor à pele) no tecido gengival. Podem ser de tonalidade acastanhada, acinzentada ou preta e são mais comuns em pessoas negras e asiáticas. Mas outras manchas podem surgir na gengiva por conseqüência do fumo ou do contato da gengiva com metais utilizados em alguns tipos de próteses dentárias.

Essa técnica para estética gengival é chamada de Melanoplastia e consiste na abrasão superficial do epitélio pigmentado com o auxílio de instrumentos. O procedimento é indolor, porque é aplicada sob anestesia local e também há pouco de sangramento. O peeling promove uma descamação epitelial da área pigmentada e dentro de 72 horas é esperada a formação de novo tecido com coloração mais rosada.

Em sete dias, a cicatrização será completa e a tonalidade da gengiva se tornará bem mais uniforme. O efeito do peeling gengival pode durar por anos, porém alguns pacientes podem precisar repetir o procedimento, já que a pigmentação pode retornar (principalmente se eles forem fumantes). Algumas recomendações pós-cirúrgica: 

  • Evitar a ingestão de alimentos muito ácidos, salgados, quentes ou duros nos primeiros dias;
  • Fazer assepsia com solução à base de clorexidina (bochechos três vezes ao dia, durante sete dias);
  • Utilizar uma escova dental com cerdas macias;
  • Tomar a medicação prescrita;
  • Não fumar;
  • Ser cauteloso para evitar doenças contagiosas, principalmente nos primeiros dias, já que a gengiva em processo de cicatrização pode ser uma porta de entrada para vírus e bactérias. 

Agende uma consulta e conheça a ImplArt Odontologia e a nossa equipe especializada em estética gengival. Ficaremos felizes em atendê-lo! 

enxerto_osseo_38kb

Fico sem prótese durante enxerto ósseo dentário?

Antes de responder à esta pergunta, é necessário explicar que existem diferentes técnicas de enxerto dentário ósseo, cada uma com sua complexidade e extensão. Isso influi diretamente nas orientações do período pós operatório e no tempo de recuperação.

O enxerto dentario para permitir a colocação de apenas um implante, em que o paciente possui dentes para serem utilizados como suporte da prótese, não é igual ao enxerto em bloco para colocação de vários implantes em uma arcada completa, que é considerado mais complexo.

Porém, em muitos casos, é possível fixar uma prótese provisória em resina, adequada para ajudar a recuperação e cicatrização do enxerto dentário, e também permitir que o paciente não fique sem dentes durante todo o tratamento.

Após o período de recuperação a prótese provisória é substituída pela prótese definitiva confeccionada com o material escolhido em conjunto pelo paciente e o dentista (resina, metalocerâmica ou em zircônia totalmente estética).

Leia sobre implantes sem enxerto

Tipos de enxerto dentario

Enxerto Particulado

O enxerto particulado é utilizado em pequenas reconstruções, como o preenchimento de um local em que houve perda óssea ou na técnica de levantamento de seio maxilar. Os biomateriais utilizados em enxerto ósseo particulado são implantados para substituir ou reparar tecidos atrofiados. Podem ser de origem natural (pequena quantidade de osso humano triturado, proveniente do próprio paciente ou de banco de tecidos para transplantes, ou ainda osso bovino liofilizado em pó).

O enxerto particulado também pode ser de material sintético produzido em laboratório, totalmente biocompatível com propriedades osteocondutivas (atração de células formadoras de tecido ósseo) ou materiais vítreos sintéticos (hidroxiapatita sintética).

O enxerto dentário particulado é depositado no local e em seguida recoberto por uma membrana de colágeno. Em casos favoráveis, o implante dentário pode ser colocado no mesmo dia que o enxerto, em seguida uma prótese provisória.

Enxerto em Bloco

Técnica indicada para reconstruções mais extensas. O enxerto dentário com formato de bloco pode ser retirado de outra região do corpo do próprio paciente. Quando há necessidade de apenas um bloco, ele pode ser retirado da mandíbula.

Quando necessita de mais blocos, podem ser retirados da bacia ou da calota craniana. Nenhum dos locais doadores sofrem consequências por perda de osso. Os blocos são fixados no maxilar com parafusos de titânio e dessa maneira permitirão a colocação de mais implantes dentários. A possibilidade de utilização de prótese nesse tipo de enxerto é portanto avaliada caso a caso.

A ImplArt Odontologia possui vasta experiência em técnicas de enxerto dentário ósseo. Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco ou então agende sua consulta.

Agende sua consulta

Implante dentário dói ou não dói?

Dói fazer um implante dentário?

Muitas pessoas deixam de melhorar seu sorriso acreditando que implante dentário dói. A realidade é que com o avanço das técnicas permite que, hoje em dia, as cirurgias de implantes dentários sejam cada vez menos invasivas, evitando danos excedentes aos tecidos, dores e incômodos. No momento em que ocorre a cirurgia, o paciente não sente dor porque ela é feita sob anestesia local.

Além disso, a ImplArt utiliza técnicas que reduzem o desconforto durante a cirurgia e deixam o período de recuperação mais tranquilo. Uma das técnicas é que a ImplArt Odontologia realiza cirurgia de implantes dentários guiada por computador. É sem dúvida uma técnica inovadora que evita cortes desnecessários e danos aos tecidos ósseo e gengival. Veja a técnica funciona:

  • O paciente é submetido a uma tomografia computadorizada (disponível na ImplArt) para avaliação de toda a estrutura óssea disponível.
  • As imagens tridimensionais são manipuladas em computador para determinação das melhores posições de inserção dos implantes.
  • Uma guia cirúrgica plástica é confeccionada com as furações estratégicas. Ela funcionará como um gabarito.
  • No dia da cirurgia, a guia é colocada na boca do paciente e dessa forma as perfurações serão feitas apenas nos locais indicados.
  • Dessa maneira a guia cirurgia evita cortes desnecessários nas gengivas.
Tomografia computadorizada com as indicações de posicionamento de todos os implantes
Exemplo de guia cirúrgica para implante

Ultrassom cirúrgico: tecnologia para uma cirurgia menos invasiva

A ImplArt também utiliza o ultrassom cirúrgico de Piezocirurgia que realiza cortes de tecidos duros, como por exemplo o osso, e preserva os tecidos moles, como gengivas, nervos, membranas e vasos sanguíneos. Esse sistema permite ao cirurgião uma maior precisão cirúrgica e melhor visibilidade durante a cirurgia. Ele também tem um dispositivo que identifica e cessa automaticamente em um possível contato com tecidos moles durante a cirurgia, e um sistema de irrigação acoplado que resfria a área do osso que está sendo cortada com a finalidade de evitar superaquecimento e lesões permanentes.

Saiba mais sobre implante total.

Cirurgia Guiada: uma técnica mais simples e com menos dor pós operatoria

Tanto a cirurgia guiada por computador, como a Piezocirurgia, contribuem para uma cirurgia de implantes dentários tranquila, sem dor e sangramento exagerado e para um pós-cirúrgico sem edemas, com a probabilidade de infecções reduzida bem como recuperação muito mais rápida.

A cirurgia guiada para implantes é uma técnica para planejamento e execução de cirurgia por computador. O resultado é uma cirurgia de implantes mais rápida, em geral sem corte, com menos dor e inchaço pós operatório. Aprenda mais sobre cirurgia guiada para implantes Aqui, e em nosso blog aqui.

Leia mais sobre recursos para quem tem medo de implante dentário.

Para o período pós-cirúrgico, normalmente são receitados analgésico, antibiótico e anti-inflamatório nos primeiros dias e recomendado repouso apenas no primeiro dia, podendo voltar às atividades em seguida. Leia mais sobre alimentação após a cirurgia.

Em caso de dúvidas, agende uma consulta ou então entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112 CEP 01333-011

Bela Vista - São Paulo-SP -  Brasil