Coceira e incômodo nas gengivas

Coceira nas gengivas pode ser um sinal de várias condições diferentes. Isso inclui doenças gengivais, alergias, alterações hormonais e muito mais. Descobrir qual condição está causando coceira nas gengivas de certo pode ajudá-lo a encontrar um tratamento e parar a coceira.

A saúde dental é mais do que cuidar dos dentes. Suas gengivas – o delicado tecido que protege seus dentes, raízes e nervos – são sensíveis e também precisam de cuidados. Sem eles, as gengivas podem desenvolver vários tipos de condições crônicas que por conseqüência surgirão problemas mais sérios.

Possíveis causas de incômodos e coceira nas gengivas

Sobretudo descobrir o que está causando coceira nas gengivas pode ajudá-lo a encontrar um tratamento. Se você não tiver certeza do que está causando seus sintomas, marque uma consulta com o dentista. Juntos, você pode descartar algumas causas até encontrar a que explica por que suas gengivas coçam.

gengivas_incomodam
Gengivas sangrantes e incômodas podem aparecer em algumas situações.

Lesões gengivais

Trauma ou lesões nas gengivas podem causar dor, desconforto e coceira. Essas lesões podem ser o resultado de uma lesão física, como uma lesão sofrida durante a prática de um esporte. Uma lesão também pode ser resultado de comportamentos. O ranger de dentes, também chamado bruxismo, pode causar dores de cabeça, dor na mandíbula e até coceira nas gengivas. As gengivas também podem ficar irritadas e com coceira ao usar cigarros eletrônicos e vaping.

Acumulo de placa

Um revestimento fino ou película de placa – uma substância incolor e pegajosa – pode se acumular ao longo do tempo. Muco e alimentos se misturam com bactérias para criar um crescimento excessivo de placas. Com o tempo, a placa pode levar à doença gengival. Por conseqüência, surgem sintomas do acúmulo de placa podem incluir sensibilidade gengival, sangramento durante a escovação e coceira na gengiva.

Gengivite – Inflamações

A primeira fase da doença gengival é a gengivite. Outro nome para doença gengival é doença periodontal. A gengivite é uma forma leve da doença e é causada pelo acúmulo de placa. Nesta fase, a gengivite provavelmente não causou complicações adicionais.

No entanto devemos ficar atentos para o aparecimento de doenças gengivais mais graves como a periodontite.

Reações alérgicas

Uma sensibilidade ou alergia a certas coisas pode causar comichão nas gengivas. Isso inclui alimentos, sementes, medicamentos bem como animais de estimação. Mesmo alergias sazonais como febre do feno podem causar comichão nas gengivas.

Alterações hormonais

Alterações nos níveis hormonais naturais podem afetar a sensação da gengiva. Mulheres enquanto gravidas, na puberdade, periodo da menstruação ou menopausa podem apresentar coceira nas gengivas com mais frequência. Eles também podem experimentar outros sintomas orais, incluindo dor, sensibilidade e sangramento durante esses períodos.

Boca seca

Sua boca faz um bom trabalho ao regular a umidade natural. Às vezes, certas condições médicas ou medicamentos podem impedir a boca de produzir saliva suficiente para manter a gengiva e a língua úmidas. Por consequência, pode levar à boca seca, e um dos sintomas comuns dessa condição é a coceira nas gengivas.

Aparelhos e próteses dentárias mal ajustados

Dentaduras e peças parciais que não se encaixam bem podem causar problemas. Se houver uma lacuna entre esses dispositivos e suas gengivas, os alimentos podem dessa maneira infiltrar-se. As bactérias podem começar a crescer e uma infecção pode se desenvolver. Isso pode levar a inflamação, sensibilidade e coceira nas gengivas.

Tratamento de coceira nas gengivas

O tratamento depende do que está causando incômodo nas gengivas. Vários desses tratamentos são remédios caseiros. Outros podem exigir tratamento do seu dentista. O importante é sobretudo consultar o dentista.

Procedimentos e medicamentos

Anti-histamínicos: se as coceiras nas gengivas são o resultado de alergias, um anti-histamínico pode interromper os sintomas (contudo, somente deve ser receitado por um dentista).

Protetores de dentes: evite mais danos aos dentes usando um protetor enquanto pratica esportes de contato e enquanto dorme.

Limpeza profissional: ajuda a remover o acúmulo de tártaro e placa de cima e abaixo da linha da gengiva. É improvável que a escovação habitual sozinha possa remover esse acúmulo que já está endurecido.

Alisamento das raízes: seu dentista pode usar este procedimento para remover o acúmulo severo de tártaro devido às gengivas recuadas. Isso dá aos dentes e gengivas uma superfície fresca, para que possam retomar o tecido saudável.

Saiba mais sobre raspagens no link a seguir: Raspagem dental.

Remédios caseiros e autocuidado

Higiene dental adequada: escovar os dentes e usar fio dental pelo menos duas vezes por dia é em suma vital para uma boa saúde bucal. Você também deve considerar usar uma pasta de dente projetada para evitar o acúmulo de tártaro e placa bacteriana. Se você tiver problemas com inflamações ou infecções nas gengivas, um enxaguante bucal antisséptico sem álcool também pode ser uma boa alternativa. Cuidar bem dos dentes e gengivas certamente pode ajudar bastante a evitar problemas futuros.

Água salgada: dissolva 1 colher de chá de sal em 8 de água morna. Agite suavemente a água na boca e cuspa. A água salgada pode aliviar a coceira bem como a irritação nas gengivas.

Cubos de gelo: chupe suavemente cubos de gelo para dessa forma esfriar as gengivas e parar a coceira. Como bônus, os cubos de gelo podem ajudar a hidratar você.

Mudanças no estilo de vida: fumar pode irritar a saúde da gengiva. Isso inclui desistir de cigarros eletrônicos e vaping. Evitar alimentos que irritam as gengivas também pode ajudar. Alimentos condimentados, apimentados, ácidos, ricos em amido ou então ricos em açúcar são os culpados mais comuns de irritação da gengiva.

Como prevenir coceira nas gengivas

A melhor maneira de prevenir coceira nas gengivas é sem dúvida cuidar dos dentes e gengivas. Quanto menos problemas você tiver com os dentes e as gengivas, menos sintomas da doença periodontal ocorrerá. Essas dicas podem ajudar a prevenir coceira nas gengivas:

Faça limpezas regulares: visite seu dentista duas vezes por ano para uma limpeza profunda. Seu dentista também pode usar essas consultas principalmente para monitorar possíveis problemas futuros.

Escove e use fio dental diariamente: escove os dentes e use fio dental pelo menos duas vezes por dia. Enxaguante com colutório antisséptico sem álcool, se você tiver problemas com inflamação e infecção.

Lave os dentes após as refeições: a escovação seria melhor, mas a lavagem removerá os alimentos. Isso pode reduzir o crescimento de bactérias.

Evite alimentos irritantes: alimentos ácidos, ricos em amido bem como açucarados podem agravar as gengivas sensíveis. Se você sentir coceira nas gengivas ao comer esses alimentos, reduza-os para acabar com os sintomas.

Quando consultar o dentista para coceira nas gengivas

Marque uma consulta com dentista principalmente se sentir coceira e outros sintomas por três dias sem alívio. Em alguns casos, a coceira desaparece por conta própria. No entanto, se não houver melhora, ele poderá ajudá-lo a identificar o que pode estar causando isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resp. Técn. Dr. Roberto Markarian - CRO SP 73.583

Endereço

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112 (11º andar) - Bela Vista - São Paulo/SP - CEP 01333-011

Atendimento

Seg. a Sex. 08:30 - 19:30

Sábado 08:00 - 13:00

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2019.