Tag: quanto

Qual o tempo de recuperação do implante dentário?

Qual o tempo de recuperação de um implante dentário?

Quanto tempo de repouso depois de um implante de dente?

A reabilitação oral com implantes dentários é certamente a melhor opção para melhorar a função e a estética do sorriso naquelas pessoas que perderam os dentes por algum motivo. No entanto muitas pessoas ficam preocupadas com o período pós operatório. São dúvidas como por exemplo: Qual é o tempo de recuperação de um implante dentário? Quanto tempo de repouso depois de um implante? Quanto tempo esperar para fazer exercícios? Quais são os cuidados pós operatórios de implante dentário?

Os cuidados no período pós operatório de implante dentário são importantes não apenas para a recuperação, como também para o sucesso do tratamento, minimizando desconfortos e favorecendo a cicatrização. Na ImplArt, já no planejamento da cirurgia temos o objetivo alcançar os melhores resultados, realizando o procedimento da forma menos invasiva possível. Sobretudo utilizamos a técnica de cirurgia guiada por computador, para que haja precisão cirúrgica e eliminação de cortes desnecessários na gengiva.

Leia mais: Como é a cirurgia de implante dentário

Recuperação de implante dentário

A intensidade e a duração da recuperação após a cirurgia de implante dentário obviamente dependem da extensão do procedimento, bem como da técnica empregada. Compreende-se que a recuperação de implantes dentários envolve basicamente duas fases: cicatrização da gengiva e cicatrização óssea (osseointegração). Com os implantes modernos, a recuperação está cada vez mais rápida. A recuperação de um implante dentário pode ocorrer entre 3 semanas até 6 meses. Em casos que necessite de enxerto ósseo, a recuperação se pode se dar entre 4 a 8 meses.

Recomendações após a cirurgia de implante dentário

Em síntese, são as recomendações básicas:

Nas primeiras 48 horas:

  • Aplicar gelo no rosto para prevenir inchaços
  • Pós operatório implante dentário o que comer? Ingerir alimentos frios ou gelados. Ex: sorvete, açaí, gelatina, sucos, vitaminas, sopas, por exemplo.
  • Não consumir alimentos com potencial irritativo (apimentado, ácido, salgado, gasoso ou quente)
  • Evitar esforço físico
  • Não fazer bochechos
  • Higienizar a região com cotonete umedecido em solução anti-séptica (Periogard, Listerine, Plax)
  • Preferir alimentos macios ou pastosos. Não mastigar alimentos duros.
  • Fazer escovação normal nos demais dentes
  • Usar durante o mínimo tempo possível próteses ou aparelhos
  • Tomar medicações conforme orientado pelo dentista

Após 3 dias:

  • Aplicar compressas quentes no rosto para diminuir inchaços
  • Realizar exercícios físicos com moderação

Após 7 dias:

  • Normalmente ocorre a retirada dos pontos
  • Escovar com leveza a região operada
  • Realizar bochechos com solução antisséptica
  • Atividade física liberada

Todas as medicações prescritas pelo cirurgião dentista devem ser primordialmente tomadas corretamente para evitar ou controlar inflamações, dores e infecções. O paciente também deve manter a região bucal bem higienizada, dessa maneira eliminando bactérias e prevenindo possíveis contaminações no implante.

Perguntas frequentes:

Quantos dias de atestado para cirurgia de implante dentário?

Varia de acordo com a complexidade da cirurgia e da atividade laboral de cada pessoa. Na maioria dos casos o paciente está liberado para voltar ao trabalho já no dia seguinte.

Liberação para atividade física após implante dentário

Cada caso é avaliado individualmente, mas em normalmente deve-se aguardar de 7 a 10 dias.

Riscos implante dentário

Leia o artigo Os 5 piores problemas com implantes

Implante dentário pos operatorio dor

Dor moderada é normal, para evitar isso o paciente sai do consultório com analgésicos receitados. Em caso de dores persistentes e latejantes, o dentista deve ser consultado.

Implante dentario pos operatorio inchaço

Inchaço moderado é normal. Para evitar isso, o paciente sai do consultório com anti-inflamatório receitado e recomendações para consumir alimentos frios e usar gelo na bochecha.

Implante dentario pos operatorio sangramento

Pequeno sangramento no primeiro dia é aceitável. Em caso de sangramento persistente, o dentista deve ser consultado.

Sinais de alerta após a cirurgia de implante dentário

  • Mal cheiro e/ou secreção no local da cirurgia
  • Fístula na gengiva (bolinha vermelha ou então amarelada na gengiva)
  • Dor aguda e persistente
  • Febre
  • Mobilidade do implante
  • Alterações sensitivas na mandíbula (dormência, choquinhos, formigamento, por exemplo)

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato com a nossa equipe ou agende uma consulta.

Qual a duração do implante dentário?

Você sabe quanto tempo dura um implante dentário

A reabilitação oral com implantes dentários é certamente a melhor forma de devolver uma dentição bonita e confortável a quem perdeu seus dentes naturais por algum motivo. Mas uma dúvida surge: qual é a duração de um implante dentário? Antes de mais nada, é preciso entender que a reabilitação com implantes dentários envolve duas partes.

A primeira é o implante, que é o pino de titânio ou de cerâmica pura inserido cirurgicamente no osso maxilar ou da mandíbula, ou seja, a peça que fica escondida ao nível do osso e tem a função semelhante a de uma raiz dentária. A segunda é a prótese dentária, que são os dentes fixados sobre estes implantes. Desse modo, é mais fácil entender como pode ser a duração de implante dentário e de cada uma dessas partes ao longo dos anos.

Implantes Dentários

O que pode influenciar na duração dos implantes dentários?

O implante dentário é fixado cirurgicamente no osso e já nos primeiros meses deve ocorrer uma osseointegração, que é a união do osso com a superfície do implante. Esse fenômeno é portanto o grande indicador de que o tratamento foi realizado com sucesso e de que os implantes devem desse modo durar por muitos anos. Mas por quanto tempo?

Os implantes de titânio osseointegrados mais modernos podem durar uma vida inteira cumprindo bem suas funções, desde que bem cuidados e observados. Em suma, esses são os fatores que podem influenciar a duração dos implantes:

Qualidade do implante

Graças aos avanços tecnológicos, hoje temos implantes dentários de ótima qualidade, não apenas nacionais, como também importados. Temos a disposição diferentes formatos que são adaptáveis em diversas ocasiões e preservação do osso. Além disso, possuem tecnologia química e física na superfície que favorece e acelera o processo de osseointegração. É o caso, por exemplo, dos implantes suíços Straumann SLActive.

Planejamento

É extremamente importante que haja critério na escolha dos melhores implantes e da melhor prótese. Melhor não significa que seja o material mais caro, mas sim aquele atende melhor as necessidades de cada pessoa. A falta de critério, por exemplo, na escolha da prótese, pode gerar sobrecarga no implante, perda óssea e sua sobrevida então diminui.

Higiene oral adequada

Um dos grandes motivos de perda do implante é a periimplantite, que nada mais é do que um processo infeccioso em torno do implante. Essa condição é favorecida, entre outros motivos, por higienização oral insuficiente e inadequada.

Visitas de manutenção

Tanto quanto importante é a higiene oral, também é o retorno ao dentista depois de receber implantes dentários. A frequência é determinada pelo dentista, porém é importante que ela seja respeitada. O dentista é capaz de identificar possíveis problemas com os implantes em fase inicial e reversível.

Doença periodontal

Doença crônica de origem bacteriana que afeta as estruturas de suporte dos dentes e também dos implantes dentários. Pessoas com essa doença precisam de acompanhamento odontológico por toda vida.

Diabetes

Pessoas com diabetes não controlada pode ter a osseointegração prejudicada. Além disso, tem mais chances de desenvolver doença periodontal. Portanto a glicemia deve ser sempre controlada antes, durante e após a colocação de implantes dentários.

Tabagismo

A chance de insucesso do implante em fumantes é maior do que em não-fumantes. O fumo causa vasoconstrição e o organismo tem piora na resposta imunológica em quadros infecciosos, como acúmulo de placa e doença periodontal. Isso pode acelerar a deterioração dos tecidos de suporte dos dentes e implantes.

Leia mais: os 5 piores problemas com implantes

Próteses Dentárias

A duração da prótese dentária costuma ser menor que a dos implantes. O tempo é variável de acordo com o material escolhido entre outros fatores. Veja o que pode interferir na durabilidade de uma prótese dentária:

Material da prótese – prótese em zircônia e porcelana é mais resistente do que prótese em resina. A resina pode fraturar, manchar e arranhar com mais facilidade se não forem tomados alguns cuidados.

Higiene oral adequada – cada tipo de prótese tem necessidades específicas para higienização, mas em geral o paciente deve escova-la pelo menos três vezes a dia, principalmente utilizar escova de cerdas macias e creme dental sem partículas abrasivas. Enxaguantes bucais devem ser utilizados sob recomendação do dentista.

Consultas regulares – necessárias para manutenção da prótese, avalia-la de forma geral. Algumas vezes é necessário fazer uma limpeza profissional, polimento, ajuste oclusal, aperto de parafusos e eventualmente a troca de algum componente.

Hábitos – bruxismo severo, roer as unhas e mastigar objetos duros podem fraturar a prótese.

Alimentação – alimentos muito pigmentados podem manchar a superfície da prótese, especialmente as fabricadas em resina. Alimentos e bebidas ácidas podem causar abrasão do acabamento da prótese.

Tabagismo – a nicotina pode manchar a superfície da prótese, principalmente as próteses em resina.

Adaptação da prótese – pode mudar com o tempo porque ela não acompanha o remodelamento dos tecidos ósseo e gengival em virtude do envelhecimento. O paciente então precisa de uma nova prótese para ajuste oclusal e para aumentar seu conforto e segurança.

ImplArt Odontologia

Se você ficou com alguma dúvida sobre duração de implante dentário, entre em contato com a nossa equipe ou agende uma consulta.

Extrair um dente e colocar implante dentário no mesmo dia

Quanto tempo depois de extrair um dente posso colocar implante dentário?

A indicação do dentista para extração de um dente e logo depois colocar implante dentário pode ser uma notícia desagradável para qualquer pessoa, principalmente quando está localizado na região anterior (parte mais visível). Mas muitas vezes a extração é a melhor conduta para manter a saúde bucal, a boa funcionalidade e a estética do sorriso.

A indicação normalmente ocorre quando o dentista identifica que não há mais tratamentos alternativos para manter o dente. Dente deteriorado pela cárie, doença periodontal avançada (quando há muita perda óssea e inflamação gengival) e fraturas, são os principais motivos que leva a indicação de extração.

Neste momento surgem dúvidas como: Quanto tempo depois de extrair um dente posso colocar implante? É possível extrair dente e colocar implante no mesmo dia? Após extrair um dente quanto tempo posso colocar prótese? Da para colocar implante imediato após extração? Quanto tempo demora para fazer um implante dentário? A boa notícia é que, em muitos casos, é possível colocar implante imediato após a extração.

Pré-requisitos para extrair um dente e colocar implante dentário no mesmo dia

Cada caso deve ser avaliado individualmente em consulta com dentista. Durante a consulta, o paciente será perguntado sobre o estado de saúde em geral, sobre uso de medicamentos, hábitos, etc. Pessoas com diabetes, osteoporose, doença periodontal e fumantes a princípio não podem receber está técnica. A saúde bucal de dentes, mucosas e ossos também serão avaliados através de exames clínico e radiológico.

A ImplArt Odontologia possui toda estrutura para atendimento desses casos, em que o paciente pode realizar desde o exame radiológico até a execução do dente em um mesmo lugar pelo Day Clinic Spa Odontológico. A extração e implante imediato é indicada principalmente quando o paciente não apresenta infecção ativa, doença periodontal descontrolada, inflamação na gengiva, fratura ou pouco volume ósseo.

Como é a cirurgia para colocar implante dentário?

Após esta avaliação criteriosa, a cirurgia de extração é realizada com cautela a fim de preservar ao máximo a estrutura óssea e não gerar pequenas fraturas. A área então é preparada e o implante dentário é fixado, algumas vezes complementado com um enxerto ósseo. A gengiva é fechada e sobre ela é colocada uma prótese provisória. Aguarda-se um período de cicatrização (varia de 1 a 6 meses) para fixação de uma prótese definitiva. Vantagens de colocar implante logo após a extração:

  • Poupa o paciente de constrangimentos sociais pela ausência de dente
  • Mantém a função mastigatória, a fala, a oclusão e a estética do sorriso
  • O paciente passa por apenas um procedimento cirúrgico em apenas um dia e recuperação dos tecidos torna-se mais rápida.
  • O paciente utiliza medicamentos como antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos apenas uma vez.
  • Evita perda óssea e retração gengival

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco.

Após um tratamento de canal posso fazer uma restauração simples ou devo fazer um núcleo e coroa?

Coroa em porcelana

Tudo depende do comprometimento da polpa, da raiz e da coroa dentária. Na maioria das vezes, o paciente procura o consultório odontológico para tratar o dente quando ele ainda está parcialmente comprometido, normalmente pela cárie ou por fratura. O tratamento de canal é indicado quando a polpa dentária também está comprometida.

Essa é uma forma de manter o dente e não precisar extrai-lo. Nos casos em que o dente está parcialmente acometido e após a realização de um tratamento de canal bem sucedido, é necessário finalizar o tratamento com uma restauração. Ela tem o objetivo de proteger os canais tratados e deixar o dente resistente o suficiente para suportar a carga mastigatória.

Em outros casos, a coroa dentária está totalmente destruída pela cárie ou por alguma fratura, portanto, além do tratamento de canal para a remoção da polpa infeccionada ou danificada, é necessário reconstruir a coroa por completo com uma coroa protética (provisória em resina ou definitiva em porcelana).

Mas antes da colocação da coroa, é preciso instalar um núcleo no interior da raiz tratada. O núcleo é confeccionado em liga metálica ou zircônia (considerada mais estética), e é necessário para dar resistência a coroa protética por muitos anos.

Saiba mais sobre coroas projetadas em computador.

É importante que o paciente com cárie ou fratura procure nossa equipe especializada o quanto antes. Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, maior a chance de preservação do dente. Em caso de dúvidas, agende uma consulta ou entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112 CEP 01333-011

Bela Vista - São Paulo-SP -  Brasil