O que são enxertos ósseos?

Enxerto ósseo é utilizado para reconstruir a área que perdeu altura ou espessura

Pessoas que perderam um ou mais dentes devido a acidentes ou extrações sempre pensam em reconstituir sua arcada dentária para poderem sorrir sem constrangimento. Para isso, o implante seria uma boa opção, mas em alguns casos não é possível colocar um implante de forma simples, sem antes fazer um enxerto ósseo.

Algumas pessoas quando perdem os dentes sofrem com a atrofia, ou reabsorção óssea, e os ossos da região ficam com menor espessura e altura, ou com defeitos no formato. No maxilar superior também pode ocorrer o aumento do tamanho do seio maxilar, o que impede a colocação de implante. Além disso, com a perda de dentes, as expressões ficam limitadas, a boca murcha, a mastigação fica dificultada e fala também pode ser alterada.

Nesses casos, o enxerto ósseo serve para permitir a realização do implante, devolvendo o volume perdido ao osso atrofiado. Para essa técnica, o dentista pode utilizar material ósseo do próprio paciente, retirado da boca, em reconstruções pequenas e de outros locais como o osso da bacia (ilíaco) para grandes extensões.

 


Nas situações de enxertos menores e mais comuns, o procedimento de enxerto ósseo pode ser feito no próprio consultório com o uso de anestesia local. Já para áreas maiores, a intervenção cirúrgica, em um hospital e uma equipe maior e multidisciplinar, pois o enxerto é colocado com anestesia geral.

Também é possível utilizar enxerto ósseo retirados de animais – xenógeno (osso liofilizado bovino - Genox ou Bioss), osso humano de bancos de ossos (transplante ósseo) ou usar materiais vítreos sintéticos (hidroxiapatita sintética). Todavia, o material com mais facilidade de regeneração é o enxerto ósseo retirado da própria pessoa (osso autógeno). O procedimento pode ser realizado em fragmentos ou em bloco. 

Exemplo de resultado de cirurgia de enxerto ósseo
enxerto osseo


Muitas pessoas tem medo do enxerto ósseo, porém na verdade o procedimento pode ser muito simples. Os enxertos ósseos menores não são invasivos e podem ser utilizados para complementar o osso ao redor de um implante recém colocado. Já em pessoas que perderam seus dentes há muitos anos podem ser necessários enxertos ósseos maiores. 

Na clínica ImplArt temos a filosofia de evitar ao máximo os enxertos ósseos e dominamos as técnicas para evitar ao máximo a sua utilização como por exemplo:

Alguns cuidados devem ser seguidos pelo paciente para o sucesso do enxerto ósseo. Veja mais nesta matéria de nosso Blog.

O Dr Roberto Markarian, coordenador da Clínica, é um experiente especialista em implantes dentários com mais de 5.000 implantes instalados. Devido à grande experiência clínica e cirúrgica, conseguimos realizar na ImplArt inúmeros casos sem enxerto ósseo, que receberam indicação de enxertos ósseos por outros especialistas (sujeito a avaliação).

Palavras-chave: enxerto ósseo, enxertos ósseos, dentes, sorriso, implante, técnica, dentista, material ósseo, anestesia, prótese dentária, procedimento, ossos, anestesia


Estética Dental

Implante Dentário