Enxerto ósseo com BMP – indução óssea molecular

Um dos mais avançados materiais utilizados em enxerto ósseo com BMP. A Proteína Morfogenética Óssea (BMP – Bone Morphogenetic Protein) funciona como um indultor de formação de tecido ósseo. Essa é a única proteína capaz de induzir a transformação de células primitivas em células formadoras de osso, chamadas de osteoblastos secretores.

Como se sabe, a altura e a espessura óssea do maxilar e/ou da mandíbula são fundamentais para a colocação e sustentação de implantes dentários. Ocorre que muitos pacientes possuem defeitos ósseos, como atrofia ou perda óssea, e precisam se submeter às técnicas que recriem as condições necessárias para receber e dar suporte aos implantes dentários através de enxertos ósseos.

A BMP é uma derivação sintética de uma proteína osteoindutiva naturalmente presente no tecido ósseo humano, e com o avanço dos estudos e pesquisas no campo da engenharia genética, essa proteína pode ser isolada e preparada para ser utilizada de forma segura na odontologia.

Como é realizada o enxerto ósseo com BMP ?

A técnica consiste na aplicação de pequenas esponjas de colágeno com BMP que são posicionadas junto com o material de enxerto. A partir dessa aplicação, a proteína leva a formação de novo tecido ósseo por indução molecular. A partir de seis a nove meses após a aplicação da técnica, o volume ósseo ideal pode ser alcançado e os implantes dentários podem ser colocados com mais tranqüilidade e melhor previsão dos resultados. As principais vantagens desta técnica são:

  • Redução do risco de complicações cirúrgicas, como infecções e hemorragias (que ocasionalmente poderiam ocorrer nos procedimentos cirúrgicos de enxerto ósseo autógenos)
  • Redução do tempo de recuperação pós-operatório, além de diminuir o risco de rejeição do enxerto.

A técnica de enxerto ósseo BMP é um grande avanço na odontologia. No entanto, a escolha da melhor forma para solucionar o problema de defeito ósseo é decidida pelo profissional dentista em conjunto com o paciente, levando em conta alguns critérios, como por exemplo, o grau de perda óssea e hábitos e condições gerais de saúde do paciente. A técnica é recente, mas os resultados atuais são promissores. O material é importado e está sujeito a disponibilidade e regulação da ANVISA. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco ou então agende sua consulta com a nossa equipe. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011