Platform switch – estratégia de implante para não perder osso e gengiva

Implantes platform switch possuem corpo (plataforma) com diâmetro mais largo que o diâmetro do pilar, criando dessa maneira um afastamento da linha de união entre pilar e corpo do implante.

Quando implantes dentários são cirurgicamente colocados no osso, espera-se que ocorra um processo chamado osseointegração, que é a integração da superfície dos implantes com o tecido ósseo

Em alguns casos, a osseointegração pode ser prejudicada pelo formato de implantes convencionais (quando pilar e plataforma possuem diâmetros idênticos). Estudos demonstraram que, eventualmente, esse formato pode favorecer a perda óssea em torno do implante, especificamente na crista óssea ao nível de junção do corpo do implante e componente protético (pilar da prótese). Essa condição pode ocorrer no primeiro ano após a cirurgia e criar um espaço para entrada de células inflamatórias. Esse infiltrado causaria inflamação dos tecidos e consequentemente uma perda óssea inicial.

A reabsorção óssea progressiva do tecido responsável pelo suporte diminui o contato implante-osso. Isso eventualmente causa desequilíbrio na distribuição da carga funcional e, em casos mais avançados, pode haver a perda do implante.

Esse fenômeno não necessariamente representa um problema na técnica empregada pelo profissional ou um erro na colocação do implante, por exemplo, mas sim em decorrência de uma reação física. Pode estar ligado não apenas com a textura da superfície do implante, como também com o desenho da junção entre implante e pilar.

Implantes Platform Switch como alternativa

Essa reação não é comum, mas pode ser evitada com a utilização de outro modelo de implante. Implantes platform switch, em que o corpo do implante (plataforma) possui diâmetro mais largo que o diâmetro do pilar, criando um afastamento da linha de união entre pilar e corpo do implante.

Esse modelo é um método de preservação o osso alveolar da crista óssea e que minimiza a perda óssea progressiva. Esse formato também melhor distribui a concentração de carga sobre o implante e osso e melhora o resultado estético da reabilitação com implantes dentários.

Casos em que pode haver indicação de implantes Platform Switch

Entretanto, vale ressaltar que o modelo de implante mais adequado só pode ser determinado mediante uma avaliação clínica e radiológica do paciente. Graças ao avanço da tecnologia, dispomos de uma grande variedade de modelos de implantes para inúmeras necessidades.

Muitos deles com tecnologia de superfície que favorece a osseointegração para estabilização inicial e ao longo dos anos. Se você ficou com alguma dúvida, então entre em contato conosco ou agende sua consulta.

casos, corpo, crista, entre, esse, formato, implante, implantes, implantes dentários, implantes modernos, mais, modelo, não, óssea, osseointegração, osso, para, pelo, perda, pilar, platform switch, pode, superfície, tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resp. Técn. Dr. Roberto Markarian - CRO SP 73.583

Endereço

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112 (11º andar) - Bela Vista - São Paulo/SP - CEP 01333-011

Atendimento

Seg. a Sex. 08:30 - 19:30

Sábado 08:00 - 13:00

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2019.