Melanoplastia: clareamento gengival

Apesar do nome complicado, a melanoplastia é uma técnica muito utilizada na odontologia para clareamento gengival, ou seja, para retirar pigmentos escuros das gengivas e, consequentemente, uniformizar a cor da região. As alterações na coloração podem acontecer devido a pigmentação de melanina e pigmentação racial. Pessoas negras, morenas e amarelas podem apresentar uma cor mais escura. Pessoas fumantes também podem apresentar manchas nas gengivas. As lesões pigmentadas da cavidade bucal não são frequentes e sua origem pode ser endógena (fatores internos) ou exógena (fatores externos).

A melanina se apresenta através de manchas castanhas ou pretas, bem mais escuras do que a coloração normal, rosada. Para retirar as manchas e as falhas de coloração, o procedimento reconstitui e remodela os contornos da gengiva marginal e papilar para despigmentar a mucosa bucal. As lesões pigmentadas da cavidade bucal não são frequentes e sua origem pode ser endógena (fatores internos) ou exógena (fatores externos). Atualmente, a técnica de melanoplastia envolve a raspagem ou remoção da camada pigmentada.

Como é o tratamento para clareamento gengival

Em todos os procedimentos, o paciente recebe uma anestesia local, o cimento cirúrgico pode ser utilizado (proteção da ferida cirúrgica), por causa de sua sensibilidade e também pelo uso de equipamentos. Em alguns casos também pode haver desconforto pós operatório. Uma outra opção que pode ser encaixar as necessidades de cada pessoa é o peeling gengival, que utiliza pontas diamantadas para realizar uma leve descamação do tecido gengival. Nessa técnica, não há necessidade de anestesia e do cimento, mas ela não é definitiva e a melanina pode voltar.

Logo após o procedimento, o dentista faz recomendações com relação à medicação (quando necessária), higienização oral e a alimentação, normalmente pra evitar ingerir alimentos com potencial de causar irritação, como alimentos ácidos, muito salgados ou picantes. Na maioria dos casos, o paciente se recupera bem e sem dor. Em 2 dias as gengivas já adquirem uma colocação rósea e em 1 semana a gengiva atinge um estado avançado de cicatrização. Como em todo tratamento, o dentista deve indicar qual é a melhor opção para seu paciente, levando em conta as expectativas e os possíveis resultados. Além disso, cada caso é específico e somente uma avaliação individual pode determinar o procedimento que será feito.

Se você ficou com alguma dúvida sobre clareamento gengival, então entre em contato conosco ou agende sua consulta.

bucal, cada, coloração, dentista, fatores, gengival, gengivas, mais, manchas, melanina, melanoplastia, não, paciente, para, pode, podem, procedimento, são, também, técnica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112 CEP 01333-011

Bela Vista - São Paulo-SP -  Brasil