Tag: tecido

Implantes dentários mais modernos

Os implantes dentários mais modernos possuem muitas vantagens em relação aos antigos, mas o principal é o tempo de cicatrização (integração entre implantes e tecido ósseo) mais rápido. Os atuais implantes de titânio possuem uma tecnologia na superfície que estimula a irrigação sanguínea e favorece a adesão de células e proteínas formadoras de tecido ósseo ao seu redor.

Essa reação é essencial para manter o implante fixo e estável por muitos anos. A cirurgia com implantes antigos poderiam levar até 6 meses para cicatrizar, enquanto que com os implantes mais modernos a cicatrização pode ocorrer um mês (em casos favoráveis).

Os implantes mais modernos também reduziram consideravelmente a chance de rejeição pelo organismo. Assista ao comentário do Dr. Roberto Markarian, diretor da ImplArt Odontologia e especialista em implantes dentários mais modernos.

A Clínica ImplArt possui completa equipe odontológica estrutura bem como tecnológica avançada. Venha nos fazer uma visita. Em caso de dúvidas, sobre preço ou tipo de tratamento, agende uma consulta ou entre em contato conosco. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Enxerto ósseo com BMP – indução óssea molecular

Um dos mais avançados materiais utilizados em enxerto ósseo com BMP. A Proteína Morfogenética Óssea (BMP – Bone Morphogenetic Protein) funciona como um indultor de formação de tecido ósseo. Essa é a única proteína capaz de induzir a transformação de células primitivas em células formadoras de osso, chamadas de osteoblastos secretores.

Como se sabe, a altura e a espessura óssea do maxilar e/ou da mandíbula são fundamentais para a colocação e sustentação de implantes dentários. Ocorre que muitos pacientes possuem defeitos ósseos, como atrofia ou perda óssea, e precisam se submeter às técnicas que recriem as condições necessárias para receber e dar suporte aos implantes dentários através de enxertos ósseos.

A BMP é uma derivação sintética de uma proteína osteoindutiva naturalmente presente no tecido ósseo humano, e com o avanço dos estudos e pesquisas no campo da engenharia genética, essa proteína pode ser isolada e preparada para ser utilizada de forma segura na odontologia.

Como é realizada o enxerto ósseo com BMP ?

A técnica consiste na aplicação de pequenas esponjas de colágeno com BMP que são posicionadas junto com o material de enxerto. A partir dessa aplicação, a proteína leva a formação de novo tecido ósseo por indução molecular. A partir de seis a nove meses após a aplicação da técnica, o volume ósseo ideal pode ser alcançado e os implantes dentários podem ser colocados com mais tranqüilidade e melhor previsão dos resultados. As principais vantagens desta técnica são:

  • Redução do risco de complicações cirúrgicas, como infecções e hemorragias (que ocasionalmente poderiam ocorrer nos procedimentos cirúrgicos de enxerto ósseo autógenos)
  • Redução do tempo de recuperação pós-operatório, além de diminuir o risco de rejeição do enxerto.

A técnica de enxerto ósseo BMP é um grande avanço na odontologia. No entanto, a escolha da melhor forma para solucionar o problema de defeito ósseo é decidida pelo profissional dentista em conjunto com o paciente, levando em conta alguns critérios, como por exemplo, o grau de perda óssea e hábitos e condições gerais de saúde do paciente. A técnica é recente, mas os resultados atuais são promissores. O material é importado e está sujeito a disponibilidade e regulação da ANVISA. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco ou então agende sua consulta com a nossa equipe. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Aspecto do sorriso gengival

O sorriso gengival caracteriza-se pelo tamanho ou exposição exagerada das gengivas em relação ao tamanho dos dentes. Apesar de não representar risco para a saúde, essa condição pode comprometer a estética do sorriso, deixando algumas pessoas retraídas ao sorrir e falar, e em alguns casos até mesmo atrapalhar seu relacionamento social. Existem várias causas desta condição:

  • Hereditariedade
  • Lábio curto
  • Inflamações da gengiva
  • Problemas no processo da erupção dentária
  • Freio labial denso
  • Musculatura facial deficiente
  • Excesso de tecido gengival sobre a coroa dentária
  • Face alongada

Tratamento do sorriso gengival

A forma de tratamento dessa condição depende do grau e causa. Em casos mais leves, o caso pode ser facilmente solucionado com a técnica da Gengivectomia, que consiste na retirada cirúrgica do excesso de tecido gengival sobre os dentes. A cirurgia é realizada com anestesia local e a recuperação é relativamente tranquila. Além disso, a cirurgia do sorriso gengival pode ser combinada com um clareamento gengival, para casos que apresentem a gengiva com manchas.

A estética gengival participa da estética do sorriso como um todo

A cicatrização ocorre normalmente entre 7 e 14 dias, e a colaboração do paciente nesse período é bastante importante. Também pode ser feito o recontorno dos dentes com resina para torná-los mais proporcionais em relação ao tamanho da gengiva. Em alguns casos, a toxina botulínica pode ser indicada para diminuir a contração muscular e dessa forma reduzir a exposição da gengiva quando o paciente sorri.

A aplicação da toxina precisa ser repetida periodicamente para que seja mantido o efeito. Apenas em casos em que o sorriso gengival é causado por problemas ósseos (considerado mais complicado), além da gengivectomia também pode ser necessário realizar cirurgia ortognática.

1-Aspecto do sorriso gengival e dentes curtos, 2-Resultado após uma gengivectomia e recontorno dos dentes com resina.

Então agende uma consulta e conheça a ImplArt Odontologia e a nossa equipe especializada. Ficaremos felizes em atendê-lo!

Sorriso gengival tem tratamento

O sorriso gengival caracteriza-se pelo tamanho ou exposição exagerada das gengivas em relação ao tamanho dos dentes.

Apesar de não representar risco para a saúde, essa condição pode comprometer a estética do sorriso, deixando algumas pessoas retraídas ao sorrir e falar, e em alguns casos até mesmo atrapalhar seu relacionamento social. Existem várias causas do sorriso gengival, por exemplo:

  • Hereditariedade
  • Lábio curto
  • Inflamações da gengiva
  • Problemas no processo da erupção dentária
  • Freio labial denso
  • Musculatura facial deficiente
  • Excesso de tecido gengival sobre a coroa dentária
  • Face alongada

A forma de tratamento do sorriso gengival depende do grau e causa. Em casos mais leves, essa condição pode ser facilmente solucionada com a técnica da Gengivectomia, que consiste na retirada cirúrgica do excesso de tecido gengival sobre os dentes. A cirurgia é realizada com anestesia local e a recuperação é relativamente tranquila.

A cicatrização ocorre normalmente entre 7 e 14 dias, e a colaboração do paciente nesse período é bastante importante. Além disso também pode ser feito o recontorno dos dentes com resina para torná-los mais proporcionais em relação ao tamanho da gengiva. Em alguns casos, a toxina botulínica pode ser indicada para diminuir a contração muscular e reduzir a exposição da gengiva quando o paciente sorri.

A aplicação da toxina precisa ser repetida periodicamente para que se mantenha o efeito. Apenas em casos em que o sorriso gengival é causado por problemas ósseos (considerado mais complicado), além da gengivectomia também pode ser necessário realizar cirurgia ortognática.

1-Aspecto do sorriso gengival e dentes curtos, 2-Resultado após uma gengivectomia e recontorno dos dentes com resina.

Agende uma consulta e conheça a ImplArt Odontologia bem como nossa equipe especializada. Ficaremos felizes em atendê-lo!

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

 

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011