Skip to main content

Escova interdental para manutenção de implantes dentarios

A reabilitação oral com implantes dentários e prótese fixa promovem muitos benefícios para quem perdeu um ou mais dentes naturais, devolvendo a autoestima e a segurança para sorrir em mastigar com uma dentição completa. Entretanto, para manter estes efeitos é de extrema importância que haja cuidados diários com a higiene bucal. Dessa maneira, vamos mostrar para você como a escova interdental é um grande aliado para quem usa implante.

Quem possui implantes dentarios e protese fixa deve ter atenção com sua higienização bucal quase da mesma maneira que as pessoas têm com dentes naturais, para evitar a periimplantite. Isto vale para todos os tipos de implantes dentarios, tanto os implantes nacionais, quanto os implantes Straumann, suíços.

Higiene do implante e da prótese sobre implantes

A forma com que a higiene oral deve ser feita pode se diferenciar de acordo com o modelo de cada prótese. Dessa forma, a limpeza da diária da prótese protocolo deve ser realizada conforme as orientações do implantodontista.
Mas, a boa notícia é que hoje dispomos de uma grande variedade de artigos que auxiliam nas mais diversas necessidades.

Embora a higienização bucal em casa seja complementar à limpeza profissional, feita na clinica dentaria para acompanhamento e monitoramento da saúde bucal, vale lembrar que ela é imprescindível. Por isso, vamos mostrar para você como você deve cuidar de seus implantes dentarios de forma simples.

Por que os cuidados com a higiene bucal são tão importantes para quem possui implantes dentários?

Assim como ocorre com dentes naturais, a falta de perícia com a higiene bucal em usuários de implantes e prótese faz com que haja acúmulo de partículas alimentares nos locais mais difíceis de escovar, como por exemplo a região interdental ou a área entre prótese e mucosa (nos casos de ponte ou de prótese protocolo). Por isso, tenha você realizado cirurgia de implante total, e tenha uma protese protocolo, ou tenha implante dentario parcial, os cuidados com os implantes não podem ser negligenciados.

A aderência gradual destas partículas forma a placa bacteriana, e com o tempo se torna tártaro (mais endurecido). As bactérias presentes nessa massa são responsáveis por causar infecções que levam desde a inflamação gengival (gengivite) até deterioração óssea devido à migração de bactérias para a região peri implante. Portanto, é fácil imaginarmos que inflamações e infecções interferem em implantes dentários da mesma forma que para dentes naturais. Tanto dentes, como implantes dependem primordialmente de volume e saúde óssea para se manterem firmes. Por consequência, a presença das bactérias é responsável por ocasionar perda óssea tanto dos dentes naturais, quanto dos implantes.

periimplantite 50kb
Radiografia mostra implante em processo de periimplantite, deterioração óssea. O avanço da doença faz com que o implante perca suporte ósseo e se torne móvel ou solte

Além de inflamação gengival e deterioração óssea, o acúmulo de placa bacteriana está associado ao mau hálito.

Se houver avanço da deterioração óssea por infecção (periimplantite), a pessoa pode simplesmente perde seus implantes por falta de suporte e isso não é uma experiência agradável nem para o paciente, nem para o cirurgião dentista.

As melhores formas evita-la são: em primeiro, manter uma higiene bucal diária adequada que impeça o acúmulo de placa, e em segundo retornar ao consultório odontológico em todas as consultas programadas pelo Cirurgião Dentista. Estas consultas são fundamentais para realização limpezas profissionais que consistem na retirada da prótese para fazer uma higienização mais completa e profunda).

A escova interdental como aliada da saúde bucal e da manutenção de implantes e próteses

Dentes naturais e implantes dentarios individuais precisam de cuidados de higiene na região interdental. Em geral, o fio dental é o artigo mais utilizado para remoção de restos alimentares nesta região. Entretanto, existem artigos científicos que já demonstram que a escova interdental seria o recurso mais eficiente para limpeza desta região, controlando e diminuindo a placa bacteriana. Observe abaixo a simulação de como cada dispositivo atua na área interdental:

As escovas interdentais são altamente eficazes na remoção da placa dentária entre os dentes pelo fato de ter um maior alcance em todas as áreas, preenchendo todo o espaço interdental com o mínimo de movimento. Por esse motivo mais fáceis de usar em comparação ao fio dental. São, portanto, mais eficientes para prevenir a inflamação da gengiva, cáries, periodontite e periimplantite. Em contrapartida, o fio dental nos dentes posteriores, não consegue atingir todas as faces do dentes. Portanto, em dentes posteriores a higienização com fio dental, ainda que necessária, não é suficiente para a completa limpeza, e a escova interdental é necessária para completar o processo.

Além da região entre os dentes, as escovas interdentais são úteis para limpeza e remoção de partículas alimentares na região entre a prótese total modelo protocolo sobre implantes e a mucosa.

limpeza protese protocolo escova unitufo 50kb

As escovas interdentais são apresentadas em diferentes diâmetros para facilitar a higienização em diversos casos, sejam para pequenos ou maiores espaços.

Escova interdental Vídeo: https://www.tepeusa.com/

Leia mais:

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato com a nossa equipe ou agende uma consulta. Aqui, na clinica dentaria ImplArt, estamos aptos para atender voce de forma moderna e agil. Atendemos de forma presencial ou online por teleodontologia. Ficaremos felizes em atende-lo!

Envelhecimento dos dentes: como ocorre e como se prevenir?

Você já parou para pensar em envelhecimento dos dentes? Um dos efeitos mais imediatos do envelhecimento é a perda de colágeno, que afeta diretamente as feições do rosto das pessoas. Poucos se fala do envelhecimento dos dentes. Mas, o envelhecimento dos dentes é algo natural, os dentes sofrem com a ação do tempo assim como a pele. Mas você sabe quais são os sinais que indicam isso? E mais, você sabia que maus hábitos podem levar a um envelhecimento precoce dos dentes?

Importante destacar que a visita periódica ao dentista, para limpeza dental a cada 6 meses, visa monitorar sua saúde bucal e dessa forma, identificar qualquer eventual problema logo no início. Mas não se preocupe, caso haja uma eventual perda dentária, atualmente as técnicas de implante dentário são muito modernas e amenas ao paciente.

Caso precise de reposição dental por implante dentario unitário, ou mesmo parcial, e até mesmo implante total, com prótese protocolo, prótese fixa total, o tratamento pode reabilitar você para suas funções mastigatórias e estéticas.

Os dentes envelhecem? Como isso ocorre e quais são as características?

Com o passar dos anos, ocorre envelhecimento natural de todo o organismo, células, órgãos, tecidos e com os dentes não é diferente, já que os elementos dentários também são constituídos por células (odontoblastos) que fazem a ligação entre polpa, dentina e esmalte.

Outro fenômeno natural que caracteriza o envelhecimento dos dentes é a diminuição da câmara pulpar, em que a polpa dentária se torna esclerótica ou calcificada, e a dentina menos elástica se comparada com a de um jovem.

comparacao dente jovem dente idoso 50kb
Dente de uma pessoa jovem em contraste com o de uma pessoa idosa. Observe a redução da câmara pulpar.

Os sinais mais evidentes de envelhecimento dos dentes são mudança de cor (de dentes brancos para dentes amarelados ou até mesmo acinzentados pelo acumulo de pigmentos ao longo da vida), diminuição dos dentes (dentes mais curtos), mudanças de posicionamento dos dentes (principalmente os dentes anteriores da arcada inferior).

Outros sinais podem incluir pequenas fraturas, perda de brilho, desgaste do esmalte, retração gengival, perda óssea dos tecidos de sustentação dos dentes e margens desgastadas (que faz com que os dentes pareçam assimétricos, ou então dentes retos).

A perda óssea ocorre de forma natural, mas pode avançar com maior velocidade nos casos de periodontite não controlada. Os dente ficam com aparência mais comprida pelo fato de as raízes ficarem expostas, além de se movimentarem lateralmente e modificar a oclusão dentária (mordida). Dessa forma, pode ser necessário a reposição dentaria com implante e prótese fixa, antes que os dentes se movimentem e causem impacto nos demais dentes.

Veja fotos que mostram o efeito do envelhecimento dos dentes

Certamente estas fotos abaixo permitem ver diversos efeitos causados pelo envelhecimento dos dentes. Mostraremos a seguir quais são os os agentes potencializadores da deterioração dentaria.

Envelhecimento dos dentes de forma precoce também pode ocorrer

Como citamos anteriormente, o envelhecimento dos dentes ocorre de forma natural, assim como as outras partes do corpo. Entretanto, alguns fatores podem antecipar estes efeitos, ou seja, poderá haver um envelhecimento precoce dos dentes, havendo perda dental e necessidade de implante dentario. Como isto ocorre?

  • A ingestão exagerada de alimentos açucarados favorece o surgimento de cáries, enquanto que alimentos e bebidas ácidas em exagero podem desgastar o esmalte dentário de forma mais rápida.
  • Da mesma maneira, a ingestão de alimentos e bebidas escuras depositam gradativamente pigmentos que mancham os dentes ao longo da vida. Sendo assim, a ingestão exagerada desses alimentos, combinada com higienização oral insuficiente, leva ao amarelamento precoce dos dentes resultando em uma aparência envelhecida do seu sorriso.
  • Hábitos prejudiciais aos dentes, como por exemplo o bruxismo, gera fraturas, lascas, desgaste, encurtamento dos dentes e aparência de dentes retos. Por isso o bruxismo deve ser tratado e controlado.
  • Outro hábito que pode envelhecer os dentes de forma precoce é a má higienização oral, que favorece surgimento de cáries e gengivite.
  • Fumar é sem dúvida um dos piores inimigos da saúde bucal. Favorece a perda óssea, o escurecimento dos dentes, surgimento de cáries e piora a doença periodontal.
  • Escovar os dentes com força excessiva, ou com escovas dentais muito duras pode causar retração gengival.
  • Ingestão de leite e derivados (ou outros ricos em cálcio) e de vitamina D ajudam a manter a densidade óssea não apenas no corpo inteiro, como também nas arcadas dentárias. Deixar de consumi-los favorece à uma perda óssea mais acentuada.
  • Boca seca por pouca saliva favorece o surgimento e a progressão da cárie. Beba bastante água para ajudar a produzir saliva.
  • Tratar e controlar doença periodontal evita o avanço da perda óssea por infecção. A densidade e a qualidade óssea nessa região são necessárias para manter os dentes firmes.

Ir ao dentista regularmente faz parte do plano de manutenção dos seus dentes

O dentista é capaz de identificar problemas nos dentes em fase inicial, evitando que eles progridam e levem ao envelhecimento precoce dos dentes, perda de dentes e por consequência a necessidade de repor com implantes dentários.

Além disso, a limpeza profissional regular é capaz de remover acúmulos de placas bacterianas ou tártaros (morada de bactérias) que você não conseguiu remover ou não observou que esses focos existiam.

Agende agora mesmo uma consulta com a nossa equipe odontológica especializada. A Clinica dentaria ImplArt possui estrutura completa para você realizar seu todo o seu tratamento desde o diagnóstico por imagem até a execução de seu tratamento completo. A Clínica odontológica ImplArt é capaz de realizar próteses, restaurações, coroas e lentes dentais em nosso laboratório próprio, além de equipe de implantodontista altamente qualificada.

Cuide de seus dentes na Clínica Dentária ImplArt

⭐A Clínica ImplArt é uma clínica odontológica de referência em implantes e próteses computadorizadas. Estamos localizados em São Paulo, e recebe pacientes do mundo todo.
Caso queira saber mais sobre nossos tratamentos, implante dentário, tirar dúvidas ou agendar uma consulta WhatsApp (11) 3262-4750