Como é a cirurgia de implantes?

A cirurgia de implantes dentários é um procedimento mais tranquilo do que você imagina

A cirurgia de implantes dentários não é um processo complicado. Em suma, com as atuais técnicas, trata-se de um procedimento comum e sem imprevistos. A cirurgia pode durar apenas meia hora nos casos mais simples, é realizada no próprio consultório do dentista com anestesia local e o paciente não sente dores.

  • 1º passo – O procedimento consiste em uma pequena incisão na gengiva, com a finalidade de expor o leito ósseo. O dentista precisa ter bom acesso à região para instalar o implante corretamente.
  • 2º passo – Em seguida, são utilizadas pequenas brocas que realizam a perfuração do osso. O processo é realizado de forma a expandir progressivamente a cavidade para que possa receber o implante do tamanho selecionado pelo dentista.
  • 3º passo – Então o implante é inserido na cavidade e recebe uma tampa de proteção.
  • 4º passo – Realiza-se uma sutura da região.

Você tem medo da cirurgia de implantes dentários?

Saiba quais são os recursos disponíveis na ImplArt para você ter uma cirurgia muito tranquila.

Veja um vídeo explicativo de como é feita a cirurgia de implantes dentários:

No tratamento clássico com implantes, o pino é fixado cirurgicamente no osso e logo depois a gengiva é suturada. O local fica em repouso por cerca de três meses. O parafuso do implante fica no interior do tecido ósseo e dessa maneira deve passar pelo processo de osseointegração, protegido das forças mastigatórias e de resíduos alimentares.

Logo após o período de espera, um pequeno corte é feito na gengiva e então o implante recebe uma peça chamada cicatrizador. A tampa do implante pode permanecer exposta na boca durante a cicatrização do mesmo. Em seguida, o cicatrizador é retirado sem anestesia e um pilar metálico é adaptado para receber a prótese.

Durante o período de repouso o paciente pode utilizar uma prótese provisória para as atividades do dia-a-dia. Isso também ajuda a evitar a reabsorção óssea, que exigiria o uso de enxertos ósseos no futuro. Em alguns casos selecionados o implante pode ser inserido sem cortes, por meio de uma pequena abertura circular feita na gengiva.

Isto favorece muito a cicatrização da região bem como o conforto ao paciente. A cirurgia de implantes deve ser feita por um dentista especializado em Implantodontia, que é certamente aquele que possui experiência e conhecimento na área para determinar o melhor tratamento para cada paciente. Para ter um bom pós operatório, as pessoas que passarem por esse procedimento devem seguir as orientações do dentista e tratar da higiene bucal.

Implantes imediatos – implantação rápida logo após a extração

Pessoas que perderam vários dentes ou todos eles dependem totalmente das próteses móveis (dentaduras) para ter uma vida normal, sorrindo e realizando suas refeições diárias. Uma boa opção para quem perdeu os dentes são os implantes imediatos, que vão facilitar as atividades do dia-a-dia.

Para quem perdeu diversos dentes há muito tempo, um dos tratamentos possíveis é o implante imediato, que é a colocação dos implantes de forma rápida logo após à perda ou extração dos dentes. Esse procedimento é recomendado para evitar a atrofia do osso (situação que ocorre em áreas que ficaram sem dentes durante um longo período).

Nessa técnica, o dentista procura utilizar uma prótese fixa para todos os dentes, melhorando a mastigação dos alimentos, com uma estética e durabilidade melhor. O paciente literalmente recebe novos dentes. O primeiro passo do tratamento é instalar os implantes para recobrar as raízes perdidas. Logo em seguida, a prótese final é instalada sobre implante.

Com esse procedimento, o paciente pode sair com seus novos dentes no mesmo dia com a técnica de carga imediata, que permite uma instalação mais rápida com a mesma eficiência. Todos os tratamentos possíveis para recuperar os dentes e o sorriso são decididos pelo dentista especialista, juntamente com o paciente, de acordo com seus desejos e possibilidades e considerando os resultados e os benefícios de cada técnica.

Se você ficou com alguma dúvida sobre implantes imediatos, ou implantes dentários, ou sobre próteses dentárias, entre em contato conosco ou então agende uma consulta. Ficaremos felizes em atendê-lo!

Implante de todos os dentes individualizados

A principal indicação para o tratamento com implante de todos os dentes individualizados é quando o paciente está próximo de perder todos os dentes, porém tem o osso preservado.

O implante de todos os dentes (coroas) individualizados é a técnica que fixa uma coroa para cada um dos implantes distribuídos por toda arcada.

Entretanto, esta é uma técnica muito avançada da implantodontia e sua indicação e viabilidade precisam ser examinadas pelo implantodontista, que deve determinar se o paciente é um bom candidato para implante de todos os dentes individualizados. Em princípio, este são os requisitos básicos para fazer um implante de todos os dentes individualizados:

  • Quantidade óssea abundante (ausência de perda óssea)
  • Quantidade de gengiva preservada em relação à uma dentição natural
  • Em um sorriso aberto o paciente não pode mostrar a gengiva

Nesta técnica, cada dente perdido será substituído por um pino de implante + uma coroa dentária individual. Só é possível de realizar em alguns casos, consulte-nos.

Em virtude de perda óssea e de gengiva que geralmente ocorre por conseqüência da perda dos dentes, o resultado do aspecto gengival de um tratamento com implante de todos os dentes individualizados é diferente de uma gengiva com dentição natural.

A principal alteração no formato da gengiva após a perda de um dente torna a gengiva plana, sem os arcos que caracterizam uma dentição natural. No entanto, caso seu sorriso seja muito aberto, será necessário realizar uma prótese com uma camada de gengiva artificial para simular o aspecto de uma gengiva normal. Leia mais sobre caracterização de gengiva em próteses.

Dúvidas frequentes sobre os implantes um a um:

Posso fazer um enxerto de osso ou de gengiva para aumentar primeiro o volume de osso/gengiva para permitir um Implante de todos os dentes individualizados?

Sim, porém mesmo que haja um ganho de volume desses tecidos, o formato da gengiva não será igual ao de uma dentição natural (formato de arco).

Quais as contraindicações de implante de todos os dentes individualizados?

Considerações sobre implante de todos os dentes individualizados

Em virtude da perda óssea que ocorre por conseqüência da perda dos dentes sem reposição imediata, o mais comum é que o paciente não consiga realizar um implante de todos os dentes individualizados. Entretanto, pode-se recorrer a uma prótese dentária fixa com dentes individuais e que traz excelentes resultados, que é o implante total com menos implantes distribuídos e uma prótese fixa da arcada completa.

A prótese dentária pode ter ou não uma camada de gengiva para simular o aspecto de dentes naturais. A gengiva não é feita para deixar a prótese feia. Muitos pacientes relutam a ideia de usar gengiva artificial em suas próteses, pois para eles remete a aparência de uma dentadura.

Porém, como o avanço das técnicas e dos materiais utilizados, a gengiva artificial da prótese consegue reproduzir a estética e a naturalidade de uma gengiva natural. Os tipos de próteses para implante total são:

Caso tenha ficado com dúvidas, sobre valor e preço, melhor tratamento, entre em contato com a nossa equipe ou agende uma consulta com a nossa equipe especializada. Ficaremos felizes em recebê-lo!

Implante com problema: o que fazer?

O implante é uma ótima opção para as pessoas que perderam um ou mais dentes há algum tempo e querem reconstituir sua arcada dentária para poder sorrir novamente. A técnica é bastante desenvolvida, confiável e o dentista promove um tratamento individualizado para cada paciente. Como em qualquer procedimento, é preciso adotar uma série de precauções para evitar problemas com o implante no futuro.

Os pacientes devem manter sua rotina de higiene bucal e evitar os alimentos mais duros durante o período de adaptação. Após a colocação do implante, algumas situações podem causar incômodo, mas que são corrigidos com a ajuda do dentista. Podem acontecer problemas de dicção e de mordida nas bochechas, que ocorre quando a área ficou muito tempo sem os dentes.

Mas, os pacientes devem ficar atentos quando os implantes ficam com pus, inchados ou quando a sensação de dor é muito intensa e constante. Nestes casos, é preciso procurar o dentista rapidamente para que ele possa definir o que deve ser feito.

No caso do pus, essa situação pode surgir decorrente de uma infecção e somente o especialista pode resolver o caso. Caso tenha alguma dúvida sobre problemas com implantes, entre em contato conosco ou agende uma consulta.

R. Cincinato Braga, 37 - conj. 112

Bela Vista - São Paulo-SP - Brasil

CEP 01333-011

Copyright ImplArt Odontologia 2009 - 2020

CRO-SP 9993 

Resp. Tec. Dr. Roberto A Markarian CRO-SP 73.583